Bancos portugueses avançam com ação judicial contra Isabel dos Santos | Angola | DW | 29.12.2020

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Angola

Bancos portugueses avançam com ação judicial contra Isabel dos Santos

Três bancos portugueses deram entrada no tribunal, no dia de Natal, de nova ação judicial, desta vez contra a holding maltesa Winterfell Industries da empresária angolana Isabel dos Santos.

O dia de Natal foi de surpresas para Isabel dos Santos e não foi por causa dos presentes. A empresária angolana foi, no passado dia 25 de dezembro, alvo de nova ação de execução, agora incidindo sobre a holding maltesa Winterfell Industries, um mês depois de a subsidiária Winterfell 2 ter sido igualmente executada.

A ação em causa foi avançada pelo Novo Banco, a Caixa Geral de Depósitos e o BCP e deu entrada no Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa, em Portugal, segundo anunciou esta segunda-feira (28.12), o jornal português Expresso com base nos registos do portal Citius.

Na ação, o trio de bancos reclama 26,39 milhões de euros a Isabel dos Santos que terão sido emprestados no âmbito do negócio para a compra de parte da Efacec em 2015, a Isabel dos Santos e à Winterfell Industries, de Malta. A participação da empresária na Efacec foi nacionalizada devido ao caso Luanda Leaks.

Os mesmos bancos já tinham avançado com outras duas ações de execução sobre a subsidiária Winterfell 2. Numa os três exigiam 18,5 milhões de euros e na outra ação o Novo Banco e o BCP reclamavam 10,3 milhões de euros, segundo o mesmo jornal.

Ainda no início deste mês Isabel dos Santos, que detinha 25% da operadora de telecomunicações Unitel, através da Vidatel, perdeu o controlo da empresa, segundo decisão do Tribunal Supremo das Ilhas Virgens Britânicas.

Assistir ao vídeo 01:24

"Luanda Leaks": Entenda as denúncias contra a multimilionária Isabel dos Santos

Leia mais