Ataque da Al-Shabaad deixa pelo menos oito mortos na Somália | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 07.02.2021

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Ataque da Al-Shabaad deixa pelo menos oito mortos na Somália

Pelo menos oito soldados foram mortos este domingo num atentado na Somália reivindicado pelo grupo extremista Al-Shabaab, segundo militares e testemunhas.

Somalia Angriff auf African Union Soldaten

Foto ilustrativa

A explosão destruiu um veículo militar nos arredores de Dhusamareb, um distrito no centro da Somália a cerca de 400 quilómetros a norte da capital Mogadíscio.

"Acreditamos que o veículo atingiu uma mina terrestre plantada pelos terroristas nos arredores de Dhusamareb", disse Mohamed Ali, um oficial militar no distrito de Dhusamareb à agência de notícias AFP.

"Oito membros das forças de segurança foram mortos" e outros dois feridos, acrescentou.

"Entre os mortos estava Abdirashid Abdinur, o comandante da Agência Nacional de Segurança (NISA) no distrito de Dhusamareb".

Entretanto, o general Masud Mohamud disse à agência DPA ter recebido "notícias terríveis de que 13 homens de segurança morreram na explosão".

Abdiweli Adan, outro oficial de segurança, disse que os soldados estavam a conduzir operações de segurança na área, quando atingiram uma bomba à beira da estrada.

"Um ou dois soldados sobreviveram com ferimentos graves", disse ele.

 A Al-Shabaab reivindicou a responsabilidade pelo ataque numa breve declaração, na qual afirma terem morrido 14 soldados, incluindo um comandante superior.

Assistir ao vídeo 04:05

A luta incansável de Ilwad Elman pela paz na Somália

Leia mais