Ataque armado na Somália faz ″dezenas de mortos e feridos″ | NOTÍCIAS | DW | 16.08.2020

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

NOTÍCIAS

Ataque armado na Somália faz "dezenas de mortos e feridos"

Um ataque realizado neste domingo (16.08) no interior de um hotel em Mogadíscio, na capital da Somália, deixou pelo menos quinze mortos e 28 feridos.

Pelo menos 15 pessoas morreram e 28 ficaram feridas num ataque armado, no hotel Elite, em Mogadíscio, disseram funcionários do Governo e da polícia.

"Há pelo menos cinco mortos e 28 feridos, incluindo funcionários do Governo, no ataque que decorre no hotel Elite, na praia de Liido”, afirmou um funcionário do serviço de ambulâncias AAmin, Abshir Mohamed Amina, em declarações à EFE.

O número de vítimas é provisório e poderá aumentar à medida que forem decorrendo as operações militares para tomar a instalação hoteleira, frequentada por jovens e pela classe alta da Somália.

De acordo com uma testemunha do ataque, também em declarações à EFE, primeiro explodiu um carro-bomba nas imediações do hotel, à qual se seguiu a entrada no edifício de "pelo menos três homens armados”.

"As forças de segurança continuam no local”, afirmou à EFE o porta-voz do Governo Federal da Somalia, Ismael Mukhtar Omar, tendo confirmado o número de mortos e identificado um deles como Abdirizaq Abdi Abdullahi, um alto funcionário do ministério da Informação.

Ainda segundo o porta-voz, dois dos atacantes foram abatidos.

O ataque não foi ainda assumido por nenhum grupo terrorista, embora o ‘modus operandi' lembre ataques perpetrados no passado pela organização jihadista somali Al Shabab, afiliada da Al Qaeda desde 2012.

Assistir ao vídeo 01:35

Gangues aterrorizam famílias nas zonas rurais da Nigéria

Leia mais