Argélia: Queda de avião militar faz centenas de mortos | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 11.04.2018

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Argélia: Queda de avião militar faz centenas de mortos

257 pessoas morreram na queda de um avião da Força Aérea argelina, segundo o Ministério da Defesa. Causa ainda é desconhecida.

Um avião da Força Aérea argelina caiu esta quarta-feira (11.04) num terreno agrícola próximo da base de Boufarik, perto de Argel, minutos depois de descolar. A aeronave rumava à cidade de Tindouf, onde há campos de refugiados do Saara Ocidental, um território disputado anexado por Marrocos.

Segundo um comunicado do Ministério da Defesa, a maioria das vítimas são militares e os seus familiares.

Antes, um balanço provisório da Proteção Civil da Argélia, indicava que alguns tripulantes teriam sido resgatados "com queimaduras profundas provocadas pelas chamas da fuselagem", segundo um porta-voz, Farouk Achour. No entanto, no último comunicado, o Ministério da Defesa não faz referência a sobreviventes.

Entre as vítimas estariam 26 membros da Frente Polisário, um movimento que luta pela independência do Saara Ocidental, de acordo com um responsável do partido no poder na Argélia, a Frente de Libertação Nacional (FLN), citado pela imprensa local.

Mais de 300 pessoas, incluindo médicos, paramédicos e forças de segurança, acorreram ao local para prestar socorro. Entretanto, as chamas já foram extintas. Não foi divulgada ainda a causa da queda do avião militar, um Ilyushin 76, de fabrico russo.

O Presidente da Argélia, Abdelaziz Bouteflika, já decretou três dias de luto nacional. Este é o acidente aéreo mais grave na Argélia desde que 77 pessoas morreram em 2014 na queda de um avião de transporte militar Hércules C-130 na região montanhosa de Oum el Bouaghi, a 500 quilómetros a leste da capital, Argel.

Leia mais