Após visita à Turquia, João Lourenço é condecorado em Conacri | NOTÍCIAS | DW | 30.07.2021

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

NOTÍCIAS

Após visita à Turquia, João Lourenço é condecorado em Conacri

Presidente visita à Guiné Conacri logo após encontrar Recep Erdogan e empresários turcos. Alpha Condé condecora João Lourenço com a Grã-Ordem Nacional da República da Guiné, distinção também atribuída a Agostinho Neto.

O Presidente de Angola, João Lourenço, cumpre a partir desta sexta-feira (30.07) uma agenda de dois dias na República da Guiné-Conacri, a convite do seu homólogo guineense, Alpha Condé.

João Lourenço será condecorado com a Grã-Ordem Nacional da República da Guiné e recebido pelo chefe de Estado da República da Guiné-Conacri. O Presidente angolano participa também em reuniões a nível ministerial.

Weltspiegel 19.05.2021 | Türkei Ankara | Recep Tayyip Erdogan, Präsident

JLo foi recebido na Turquia pelo Presidente Erdogan (foto)

A comitiva angolana conta com ministros das pastas de Recursos Minerais, Petróleo e Gás e Defesa e Veteranos da Pátria. A visita tem por objetivo "o reforço da cooperação bilateral" nestas áreas, segundo informa fonte governamental ouvida pela agência Lusa.

Sobre a homenagem a João Lourenço, os serviços de imprensa  do Governo recordaram que a distinção foi atribuída em 1973, "em pleno processo de luta de libertação contra o colonialismo português", a António Agostinho Neto (o primeiro Presidente angolano, 1975/1979). Em 1973, o líder independentista Ahmed Sékou Touré governava a Guiné.

João Lourenço terminou esta quarta-feira uma visita de Estado à Turquia, realizada para impulsionar as relações económicas dos dois países, e reuniu-se com o Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.

Assistir ao vídeo 04:25

"Angola passa por transição que vai no bom sentido", diz ministro português

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados