Angola: Ex-governador da Lunda Sul detido por suspeitas de peculato | Angola | DW | 17.09.2020
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Angola

Angola: Ex-governador da Lunda Sul detido por suspeitas de peculato

O ex-governador da Lunda Sul foi constituído arguido e detido na quarta-feira por suspeitas de peculato e associação criminosa, entre outros crimes, quando exercia funções no governo do Cuando Cubango, em Angola.

Saurimo, capital da Lunda Sul (foto de arquivo)

Saurimo, capital da Lunda Sul (foto de arquivo)

Segundo um comunicado da Procuradoria-Geral da República (PGR) de Angola, Ernesto Kiteculo, foi constituído arguido por suspeitas de crimes de peculato, associação criminosa, tráfico de influências, participação económica em negócio, recebimento indevido de vantagem, violação das regras de execução do plano e orçamento e abuso de poder, na altura em que era vice-governador para a área económica e social do governo da província do Cuando Cubango.

Após ser interrogado, Ernesto Kiteculo ficou em prisão preventiva na cadeia de Viana, em Luanda.

Segundo a agência noticiosa angolana, Angop, Ernesto Kiteculo, que nasceu a 15 de agosto de 1961, no município da Kibala, província do Cuanza Sul, é licenciado em Direito, mestre em Gestão de Mercados Financeiros e Monetários.

Foi chefe do Departamento de Relações Internacionais do Ministério da Cultura e, até a data da sua nomeação para o governo da Lunda Sul, em outubro de 2017, exerceu o cargo de vice-governador para o setor económico e produtivo da província do Cuando Cubango.

Foi demitido do governo da Lunda Sul, uma importante província diamantífera, em setembro de 2018.

Assistir ao vídeo 01:46

Angola: Presos de luxo provocam "romaria" à prisão de São Paulo

Leia mais