Alemanha: Armin Laschet é eleito novo líder do partido de Merkel | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 16.01.2021

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Alemanha: Armin Laschet é eleito novo líder do partido de Merkel

O ministro-presidente do estado da Renânia do Norte-Vestefália, Armin Laschet, foi eleito novo líder da CDU, o partido da chanceler alemã. Vitória reafirma intenção da CDU de manter um perfil político centrista.

Armin Laschet

Armin Laschet derrotou o candidato de direita Friedrich Merz

Com uma maioria de 521 votos dos 1.001 delegados chamados a votar, Armin Laschet derrotou o candidato Friedrich Merz no segundo turno e foi eleito novo líder da União Democrata-Cristã (CDU, na sigla em alemão), partido da chanceler alemã, Angela Merkel.

Armin Laschet, que é vice-presidente do partido e ministro-presidente do estado federado da Renânia do Norte-Vestfália, venceu no segundo turno o representante da ala direita, Friedrich Merz, inimigo histórico de Merkel.

Com esta decisão, a CDU segue no caminho da continuidade, diante do que teria sido claramente uma virada à direita no partido. "Só venceremos se continuarmos fortes no centro", alertou Laschet, que sempre apoiou o Governo de Merkel, especialmente, em momentos de crise.

O candidato teve o apoio explícito do ministro da Saúde alemão, Jens Spahn. Na véspera, Merkel já havia aludido ao "espírito de equipe", que foi interpretado como um apoio ao agora presidente da CDU.

Antes da votação, Laschet alertou contra a polarização, extremismos e situações como a que ocorreu nos Estados Unidos, com o ataque ao Capitólio dos seguidores do Presidente norte-americano, Donald Trump, e defende tolerância zero contra o extremismo.

Sua missão é manter a CDU distante dos extremos políticos no país - a Alternativa para a Alemanha (AfD), à direita, e o partido A Esquerda. 

Nascido em Aachen, Armin Laschet é formado em Direito, foi jornalista e membro dos parlamentos alemão e europeu, antes de entrar na política regional alemã na região do noroeste do país.

Angela Merkel

Armin Laschet é um importante aliado da chanceler alemã, Angela Merkel

Eleições gerais em setembro

A eleição do novo líder da CDU é um passo definitivo para a definição do candidato do bloco conservador às eleições gerais alemãs, programadas para o dia 26 de setembro. Durante décadas, a candidatura comum foi acertada com a União Social-Cristã (CSU, sigla em alemão), cujo líder e primeiro-ministro da Baviera, Markus Söder, aparece como um dos postulantes ao posto de chanceler.

Juntamente com o ministro Spahn, o líder bávaro é um dos políticos mais conceituados pelos cidadãos, superado apenas por Angela Merkel. Apesar da vitória da centrista, a eleição do novo presidente encerra a "era Merkel" à frente do partido.

A líder alemã liderou a CDU entre 2000 e 2018. Naquele ano, Merkel anunciou que iria abandonar o cargo de chanceler alemã em 2021, tendo também abandonado a liderança da CDU. A então secretária-geral e agora ministra da Defesa, Annegret Kramp-Karrenbauer, que era favorita de Merkel à reeleição, assumiu o partido.

Essa sucessão planeada foi frustrada há cerca de um ano, devido a uma forte crise de liderança. Annegret Kramp-Karrenbauer decidiu, então, anunciar sua retirada da presidência do partido e desistiu da luta pelas eleições gerais deste ano.

Assistir ao vídeo 04:43

Ursula von der Leyen: Primeira mulher eleita para liderar a Comissão Europeia

Leia mais