Alemães apoiam construção de escolas em Moçambique | Moçambique | DW | 15.07.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Moçambique

Alemães apoiam construção de escolas em Moçambique

Parceria já dura três décadas. Escola na Alemanha tem ajudado a financiar salas de aula e equipamentos escolares nas províncias de Manica e Maputo, no centro e sul de Moçambique.

Josina Machel Sekundarschule in Mosambik (DW/B. Jequete)

Escola Secundária Josina Machel

Na Escola Secundária Josina Machel, em Gondola, para além de 11 salas de aula, foram construídos balneários, laboratórios de química, física e biologia, bem como uma biblioteca e uma sala de informática equipada com 30 computadores. Tudo com a ajuda dos estudantes e professores da escola de Hungen, uma pequena cidade no estado federado de Hessen, no centro da Alemanha.

Carlos Armando, um dos estudantes da escola, agradece o gesto.

"Teremos mais espaço para estudar em melhores condições, facilitando deste modo a nossa aprendizagem. Agradecemos também pelo fato de nos proporcionarem a sala de informática, através da qual o uso das tecnologias deixa de ser um sonho, tornando-se uma realidade para nós," diz o jovem.

Josina Machel Sekundarschule in Mosambik Agathe Venedey-Grenda (DW/B. Jequete)

Agathe Venedey-Grenda

Longa parceria

Há três décadas que a escola de Hungen apoia escolas em Moçambique e angaria dinheiro de doadores privados e do Ministério alemão para a Cooperação. Agathe Venedey-Grenda é a representante do grupo dos alemães envolvidos neste projeto de âmbito social.

"Na totalidade, financiamos cerca de dez escolas e algumas destas foram apenas co-financiadas. Tudo foi em parceria, desde 2002, com o Ministério alemão da Cooperação, nas províncias de Maputo e Manica,” relata.

“No início, nós pagávamos as despesas sozinhos, mas eram de pequena dimensão, e agora são de grandes dimensões e são apoiadas por outros projetos. Nós, como escola, organizamos cerca de 10% do valor necessário para o projeto e, nos últimos quatro projetos, tivemos um apoio da [fundação] ALTERNAID, e o Ministério alemão da Cooperação dá 75% do valor necessário para a execução do projecto," explica Venedey-Grenda.

O governador de Manica, Alberto Ricardo Mondlane, enalteceu recentemente a iniciativa dos estudantes. Mas frisou também o papel do Governo.

Ouvir o áudio 02:43
Ao vivo agora
02:43 min

Alemães apoiam construção de escolas em Moçambique

"A construção e apetrechamento de infraestruturas escolares sempre foi uma das prioridades do nosso Governo, pois acreditamos que, sem a contribuição dos diversos intervenientes na criação destas condições básicas ao nível das nossas escolas, o processo de ensino e aprendizagem decorreria com muitas dificuldades. A título de exemplo, de 2016 ao primeiro semestre de 2017, foram construídas 388 salas de aula pelos conselhos de escolas," afirma.

A reabilitação e ampliação da Escola Secundária Josina Machel, em Gondola, custou 19 milhões de meticais (mais de 270 mil euros), conseguidos com a ajuda da escola de Hungen.

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados