1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Zona do euro registra deflação pela primeira vez desde a crise de 2009

Preços nos países da moeda comum europeia caíram 0,2% em dezembro, quando comparados com o mesmo mês do ano anterior. Queda deve pressionar Banco Central Europeu a agir.

Os preços na zona do euro caíram em dezembro pela primeira vez desde a crise de 2009. Influenciado pela baixa do preço do petróleo, o índice de inflação negativa ficou na casa dos 0,2% na comparação anual, divulgou o Departamento de Estatísticas da União Europeia (Eurostat) nesta quarta-feira (07/01).

A baixa foi maior do que a prevista por especialistas, de 0,1% e é considerado uma deflação técnica – já que só é possível falar de deflação consolidada a partir do segundo mês consecutivo. Desde setembro de 2009, quando a zona do euro registrou inflação negativa de 0,3%, os índices se mantinham positivos. Em novembro, a zona do euro havia registrado inflação de 0,3%.

Com a evidência de deflação, aumenta a pressão sobre o Banco Central Europeu (BCE). Observadores esperam que o BCE anuncie um programa de compra de títulos de governo no próximo dia 22 de janeiro.

Numa

entrevista concedida ao jornal financeiro alemão Handelsblatt

na semana passada, o presidente do BCE, Mario Draghi, havia dito que o risco de que o banco não cumprisse sua meta de inflação – de pouco abaixo de 2% – era maior do que há seis meses.

Draghi afirmou que preparativos para "eventuais medidas adicionais necessárias" estavam em curso, e que a compra de títulos de governo faz parte do arsenal de ferramentas do BCE.

LPF/dpa/rtr/ap

Leia mais