1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Zollitsch eleito presidente da Conferência dos Bispos Alemães

Eleição do arcebispo de Freiburg como sucessor do cardeal Karl Lehmann causa surpresa. Considerado um talento em organização e com perspectivas liberais, sua meta é prosseguir o ecumenismo com as igrejas cristãs.

default

Cardeal Lehmann será sucedido por Robert Zollitsch na Conferência dos Bispos Alemães

O arcebispo de Freiburg, Robert Zollitsch, de 69 anos, é o novo presidente da Conferência dos Bispos Alemães e com isso será o mais alto representante da Igreja católica alemã nos próximos seis anos. Ele foi eleito nesta terça-feira (12/02) pelos 69 bispos participantes da assembléia em Würzburg.

Ele será o sucessor do cardeal Karl Lehmann, que abandona o cargo por motivos de saúde. Lehmann, que continuará sendo bispo de Mainz, permanece membro da Conferência de Bispos Alemães.

Zollitsch nasceu em 9 de agosto de 1938 em Filipovo, na antiga Iugoslávia. Aos oito anos, sua família foi banida e emigrou para a Alemanha. Ele estudou Teologia em Freiburg e Munique e em 1965 foi ordenado padre. Robert Zollitsch foi nomeado arcebispo de Freiburg há cinco anos, pelo então papa João Paulo 2º. Freiburg é a segunda maior das 27 dioceses alemãs.

Talento em organização com perspectivas liberais

Entre os bispos, Zollitsch é respeitado acima de tudo pelo seu talento como organizador. Em Freiburg, ele reformou em pouco tempo a pastoral de seu arcebispado e conquistou a fama de eficiente, engajado e confiável.

Erzbischof Robert Zollitsch ist neuer Vorsitzender der Deutschen Bischofskonferenz

Robert Zollitsch é arcebispo de Freiburg

Zollitsch não é um árduo defensor dos dogmas conservadores da Igreja. Para ele, o celibato, por exemplo, poderia ser uma regra a ser seguida voluntariamente. Também a escolha de novos bispos poderia, em sua opinião, ser de forma mais democrática. Por mais que com estas sugestões ele discorde que princípios básicos da Igreja Católica, ele prefere o consenso ao confronto.

Zollitsch se disse surpreso ao ser eleito líder de 25 milhões de católicos alemães. Referindo-se ao antecessor e ao rumo que pretende dar ao seu trabalho, Zollitsch disse: "Somos tão próximos, tanto pessoalmente como no aspecto teológico, que será difícil descobrir diferenças".

O novo presidente da Conferência dos Bispos Alemães pretende prosseguir o ecumenismo com as confissões cristãs e defende uma maior presença da Igreja Católica na sociedade. (ha/rw)

Leia mais