1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Zagueiros brasileiros são os melhores da Alemanha

Não surpreende que o artilheiro Aílton tenha sido escolhido pela revista Kicker o melhor atacante do primeiro turno do Campeonato Alemão. Mas o que dizer de Marcelo Bordon, Juan e Lúcio liderarem o ranking de zagueiros?

default

Bordon (de vermelho), indispensável na defesa do Stuttgart, a menos vazada

Já se foi o tempo em que o futebol alemão só importava atacantes do Brasil. Desde Júlio César, que no fim da década passada defendeu o Borussia Dortmund e o Werder Bremen, vários zagueiros brasileiros foram contratados para reforçar os times da Bundesliga. E isto numa posição para a qual os alemães sempre foram considerados ideais, por sua forma atlética e disciplina. Estes tempos parecem distantes.

O ranking semestral da revista Kicker, especializada em futebol, tem pela primeira vez em sua história três representantes do futebol pentacampeão mundial como os melhores na posição. Marcelo Bordon, do Stuttgart, lidera a lista. O reconhecimento não é inédito. Há três anos, o ex-jogador do São Paulo e da Seleção Brasileira chegou a ser eleito pela publicação como o melhor da Bundesliga, com base na média de notas dadas ao desempenho do paulista nas partidas.

"Bom posicionamento, firme no combate e um chute violento com a perna esquerda" são as qualidades destacadas pelo redator Martin Grüner. Ele ressalta que o brasileiro jogou várias vezes com dores, até operar a virilha no início de novembro, deixando de participar das últimas rodadas do ano. No Stuttgart desde 1999, Marcelo Bordon estaria negociando a renovação de seu atual contrato para além de 2005.

Ex-Flamengo, Juan finalmente convenceu a crítica esportiva alemã. "Velocidade e boa visão de jogo" são as principais qualidades do zagueiro do Bayer Leverkusen, pelo qual "poucos conseguem passar", avalia a Kicker. Deslocado para a lateral direita com o retorno do zagueiro Nowotny à equipe, Juan tem revelado também características ofensivas, tal como o conterrâneo e parceiro Lúcio, que ficou com o terceiro lugar no ranking.

Fußball Bundesliga Stars Bayer 04 Leverkusen Lucio

De índio a cacique no Leverkusen, segundo a Kicker

O titular da Seleção Brasileira é considerado pela revista como indispensável na defesa e difícil de ser contido no ataque. O júri ressaltou, entretanto, que Lúcio não repete nos jogos do selecionado nacional o mesmo desempenho que mostra no Leverkusen.

Atacantes e armadores

A escolha de Aílton como o melhor atacante da primeira metade da temporada foi tranqüila na revista Kicker. Afinal, o jogador fez 16 gols em 17 partidas. Se mantiver o ritmo, terá ao fim do campeonato 32 gols. Desde 1977, nenhum artilheiro ultrapassou a barreira dos 30. O recorde pertence a Gerd Müller, que conseguiu a façanha quatro vezes, atingindo 40 gols em 1972. Dentre os atacantes, são citados ainda como destaques o alemão carioca Kevin Kuranyi (Stuttgart) e Fernando Baiano (Wolfsburg).

A revista comenta o desempenho de outros brasileiros. Os armadores Róbson Ponte e Marcelinho Paraíba vivem momentos inversos na Bundesliga. Após um empréstimo de dois anos ao Wolfsburg, o primeiro retornou ao Bayer Leverkusen, de onde saíra insatisfeito com a reserva. Mais maduro, aos 27 anos, conquistou a posição titular, convencendo como "criador, armador e finalizador" e contribuindo para a boa campanha do time.

Zweikampf Conceicao und Marcelinho

Marcelinho Paraíba e Flávio Conceição, as disputas entre brasileiros são cada vez mais frequentes na Bundesliga

Já Marcelinho afunda junto com o Hertha Berlim, penúltimo colocado do campeonato. Eleito o melhor volante do semestre passado, com 14 gols e 11 assistências, o paraibano enfrentou uma fissura no pé, recebeu um cartão vermelho, foi criticado por participar de uma festa e não marcou nenhum gol até agora. "Um semestre para ser esquecido", sentencia a Kicker.

Devido aos desfalques em massa no Borussia Dortmund, o ex-melhor lateral da Bundesliga Dedê foi avaliado desta vez como meio-campista defensivo, ficando na quinta colocação. A Kicker elogia a eficácia do ex-jogador do Atlético Mineiro na posição, na qual desenvolveu-se como líder do time, tendo até mesmo sido seu capitão em sua melhor fase nesta temporada.

Bundesliga não tem craque mundial

O ranking da Kicker chama ainda a atenção por outras razões. Nenhum jogador foi classificado como craque de nível mundial e, na posição de lateral defensor, a revista não encontrou ninguém nos 18 times da primeira divisão alemã que merecesse ser considerado de nível internacional.

Novidade foi também a ascensão de Timo Hildebrand, do Stuttgart, ao posto de melhor goleiro da Bundesliga. O rapaz de 24 anos e 1,85 metro bateu dois recordes no semestre: maior tempo sem levar gol (884 minutos) e só sete gols tomados em todo o primeiro turno.

Fußball Bundesliga 7.Spieltag VfB-Stuttgart - TSV 1860 München Torwart vom VfB Stuttgart, Timo Hildebrand (l), jubelt zusammen mit Teamkollege Andreas Hinkel über den 0:3-Sieg

Timo Hildebrand (esq.) quer ser suceder Oliver Kahn na Seleção Alemã após o mundial de 2006

Oliver Kahn ficou em segundo lugar. Pela primeira vez em vários anos, os redatores da publicação negaram ao goleiro do Bayern de Munique e da Seleção Alemã a condição de jogador de nível internacional. "Ele não segura mais as bolas tidas como indefensáveis", fulmina o relatório.

Os melhores em cada posição, segundo a Kicker:

  • Goleiro: Timo Hildebrand (Stuttgart)
  • Defesa: Marcelo Bordon (Stuttgart)
  • Lateral Defensiva: Bixente Lizarazu (Bayern de Munique)
  • Lateral Ofensiva: Marko Babic (Bayer Leverkusen)
  • Meio-Campo Defensivo: Zvonimir Soldo (Stuttgart)
  • Meio-Campo Ofensivo (Armador): Johan Micoud (Werder Bremen)
  • Atacante: Aílton (Werder Bremen)

Leia mais