1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Futebol

Zagueiro Breno é condenado a três anos e nove meses de prisão

Tribunal de Munique considera o jogador brasileiro culpado pelo incêndio na casa em que morava em Munique. Segundo a juíza, Breno poderá ser extraditado ao Brasil após passar 2,5 anos na cadeia.

O Tribunal Regional de Munique condenou nesta quarta-feira (04/07) o jogador de futebol Breno a três anos e nove meses de prisão. O ex-zagueiro do Bayern de Munique foi considerado culpado pelo incêndio na casa em que morava no dia 20 de setembro do ano passado.

"Com este ato, o réu imputou uma grande culpa sobre si", afirmou a juíza Rosi Datzmann. Para ela, ficou comprovado que o brasileiro de 22 anos colocou fogo mansão alugada localizada em Grünwald, área perto de Munique. Ainda segundo a juíza, Breno poderá ser extraditado ao Brasil após passar 2,5 anos na cadeia.

O júri mostrou-se convencido de que Breno se encontrava sob grande tensão emocional porque teria de fazer uma nova cirurgia no joelho. Naquela noite, ele teria estado fortemente alcoolizado. O incêndio causou um prejuízo de um milhão de euros.

Pouco antes do anúncio da sentença, Breno quebrou o silêncio, falando pela primeira vez desde o início do julgamento. "Eu queria me desculpar por aquela noite perante o FC Bayern e também perante o dono da casa, que perdeu sua propriedade", disse o jogador, pedindo perdão também a sua família e seus filhos, "por não ter sido um bom exemplo para eles".

O advogado de Breno, Werner Leitner, questionou se o incêndio realmente teria sido provocado intencionalmente e defendeu a absolvição do zagueiro – ou, na hipótese de uma condenação, Leitner pediu que a pena fosse uma liberdade condicional que não ultrapassasse dois anos.

"Ele não tem nada além da família e do futebol", disse o advogado, ressaltando que a prisão em outro país significaria para o brasileiro o fim de sua carreira. "Deem a ele uma chance". Já o promotor de Justiça pediu uma pena de cinco anos de prisão para Breno.

O julgamento do jogador começou em meados de junho. Durante o processo, foram revelados detalhes da história de Breno na Alemanha, marcada pela depressão e pelo alto consumo de álcool desde que se mudou para a Europa.

Com apenas 18 anos de idade, Breno desembarcou na Alemanha como uma jovem promessa nos gramados. Seu passe foi comprado pelo Bayern de Munique por 12 milhões de euros. Mas ele nunca conseguiu ter uma atuação espetacular na equipe, tanto por dificuldades de adaptação, quanto por séries de lesões. Médicos e conhecidos falam dele como "pessoa que perdeu suas raízes".

MSB/dpa/afp
Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais