1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Zé Roberto faz seu primeiro gol no Bayern

Desde abril, Zé Roberto não marcava. Lúcio, único brasileiro eleito para seleção da rodada. Aílton e Kuranyi encostam em Élber na artilharia. Amoroso joga desde o início pela primeira vez e decepciona.

default

Kuranyi comemora seu gol, que iniciou a virada do Stuttgart sobre o Nürnberg

A nona rodada do Campeonato Alemão foi mais uma vez pródiga em gols canarinhos. Os representantes do futebol pentacampeão mundial foram responsáveis por seis das 25 vezes em que as redes balançaram no fim de semana.

Zé Roberto, por exemplo, fez seu primeiro gol pelo Bayern de Munique, time que defende desde meados do ano. Seu último gol na Alemanha fora ainda em abril, pelo Bayer Leverkusen. Para quebrar o jejum, Zé Roberto aproveitou uma bola largada pelo goleiro Schober do Hansa Rostock. Chegou primeiro no rebote e garantiu a vitória do Bayern (1x0).

Artilharia – Seu colega de equipe Élber não marcou desta vez e assim permitiu que os também brasileiros Aílton e Kuranyi, assim como o espanhol Christiansen, encostassem na briga pela artilharia. Élber tem oito gols. Aílton fez o segundo do empate de 4 a 4 do Werder Bremen com o Hannover 96 e agora soma sete gols. Mesmo número tem o teuto-carioca Kuranyi, que fez o primeiro do Stuttgart na vitória de virada sobre o Nürnberg (2x1).

Já Christiansen abriu o placar na goleada do Bochum contra o Wolfsburg (4x2), cujo segundo gol foi marcado pelo paulistano Róbson Ponte. Já Marcelinho Paraíba e Alex Alves fizeram ambos os tentos dos 2 a 0 do Hertha Berlim sobre o Energie, na primeira vitória do time da capital alemã em Cottbus.

Os melhores e a decepção – Apesar da chuva de gols brasileiros, a maioria dos jogadores canarinhos teve atuação apenas regular. O melhor de todos, segundo a revista esportiva Kicker, foi o zagueiro Lúcio, do Bayer Leverkusen, eleito pela terceira vez para a seleção da rodada. Rendimento acima da média teve ainda o também zagueiro Rodrigo Costa, do 1860 Munique (3x0 Schalke) e o atacante Kuranyi, apontado pela Kicker como o destaque da vitória do Stuttgart sobre o Nürnberg. "Com seu gol, mudou o rumo da partida. Também participou do gol da virada. Bastou para ser o jogador mais importante em campo", avaliou a principal revista esportiva do país.

A grande decepção da rodada foi Amoroso. O artilheiro da temporada passada finalmente entrou em campo desde o início de um jogo. Com 30 minutos, o brasileiro deveria ter ido para o vestiário, não fosse a condescendência do árbitro. Primeiro, chutou o pé de apoio de um adversário e ganhou um cartão amarelo. Poderia ter sido vermelho. Com meia hora de partida, tentou cavar um pênalti e tinha de ser punido com o segundo amarelo, que resultaria em sua expulsão.