1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Wikipédia criticada por erros de informação

Será que o saber enciclopédico pode manter a credibilidade num projeto de escritura coletiva e numa mídia tão dinâmica como a internet? Imprensa alemã lança caça aos erros da Wikipédia.

default

Enciclopédia coletiva em mais de 220 línguas

A discussão internacional relativamente contida em torno da inconfiabilidade da Wikipédia escalou na Alemanha nas últimas semanas. A enciclopédia coletiva online entrou na mira da grande imprensa, decidida a denunciar a falta de seriedade com que os verbetes são escritos e a gravidade dos erros conseqüentemente veiculados.

O Süddeutsche Zeitung inseriu propositalmente erros em diversos verbetes, a fim de controlar quanto tempo eles permaneceriam online, chegando à conclusão de que parte deles não foi corrigida até hoje. E o Bild, fazendo jus a seu registro populista, resolveu convocar seus leitores a ajudar a redação a denunciar os erros da Wikipédia.

"Vocês podem imaginar que alguém invada a redação da [enciclopédia] Brockhaus à noite, adultere alguns volumes e eles então passem a ser impressos assim?", polemizou o Bild, o maior órgão da imprensa marrom alemã, listando informações errôneas e absurdas na maior enciclopédia da internet.

"Maoísmo cultural"

Não é por acaso que a Alemanha, uma cultura em que a palavra escrita tem grande autoridade e a crítica à mídia tem longa tradição, se mostre vigilante em relação aos riscos de uma produção coletiva de saber enciclopédico numa mídia de informações efêmeras e mutantes.

Wikipedia Gründer Wales

Jimmy Wales, um dos fundadores da Wikipédia

O que mais parece incomodar a opinião pública não é o desmando que impera na internet, um dos efeitos colaterais do livre fluxo de informação sem precedentes que esta mídia permite, mas sim o fato de esta falta de controle ter atingido o saber enciclopédico, um âmbito de produção de saber ainda pouco questionado em seu teor de "veracidade".

O teórico da realidade virtual Jaron Lanier, um dos críticos da Wikipédia, qualificou como "maoísmo cultural" a predominância da informação produzida pela massa anônima na internet, em detrimento da individualização do saber. Fato, no entanto, é que os erros mais graves e comprometedores da enciclopédia online são evidentemente uma sabotagem deliberada ou uma contribuição errônea ainda não corrigida, ou seja, uma interferência individual na dinâmica da escritura coletiva.

"Nenhum monstro descontrolado"

Ao contrário do que possa parecer, a Wikipédia é um projeto bastante individualizado. A metade dos 750 mil verbetes da versão alemã, por exemplo, foi escrita por cerca de 500 autores, o que contraria a idéia de uma produção inteiramente massificada da informação. Isso não altera, no entanto, o fato de este canal permitir a rápida propagação de informação não comprovada e manipulada.

Screenshot Wikipedia

Qualquer um pode intervir no conteúdo da Wikipédia

Mesmo não sendo um "monstro descontrolado" – um argumento usado em defesa da Wikipédia por seu fundador Jimmy Wales –, o que distingue a maior enciclopédia online da Brockhaus, por exemplo, é naturalmente a ausência de um cânon. A relevância da informação não é determinada pela tradição cultural, mas pela dinâmica da mídia.

Isso aumenta evidentemente o risco de desequilíbrios, a margem para escolhas arbitrárias e supervalorização de contingências. A ausência de hierarquia na estruturação das informações veiculadas pela internet se choca com o repertório bem mais canonizado da cultura escrita.

Wiki wiki

Talvez o dilema da Wikipédia esteja contido no próprio nome: "wiki wiki" significa "rápido" em idioma havaiano. Mas será que o saber enciclopédico não se configura apenas com o tempo, após as irrelevâncias caírem em esquecimento? Além do mais, como localizar fontes confiáveis para acontecimentos contemporâneos, dificilmente arquiváveis em sua mobilidade?

Brockhaus auf der Buchmesse

Estande da Brockhaus na Feira de Livros de Frankfurt 2005

O que pode assustar na Wikipédia é seu potencial de divulgar dados errôneos com eficiência máxima e de se tornar uma fonte de informação hegemônica apesar da inconfiabilidade. A versão inglesa, com 1,4 milhão de verbetes, é 12 vezes maior que a Enciclopédia Britânica; a alemã, a segunda maior com 750 mil entradas, tem o triplo de informação da enciclopédia DTV e um terço a mais que a Brockhaus.

De acordo com o ranking de tráfico da Alexa, a Wikipédia é o 15º link mais acessado na internet; na busca do Google, não é raro ela constar entre as primeiras entradas.

Compêndio do cidadão x tradição

Com uma nova enciclopédia online, a Citizendium, o co-fundador da Wikipédia Larry Sanger, que abandonou o projeto original por discordar da excessiva liberdade na produção das informações, pretende garantir a qualidade dos verbetes veiculados. Na Alemanha, a própria Wikipédia já reagiu às denúncias de falta de credibilidade, anunciando a criação de uma categoria extra de verbetes bem revisados. Se a iniciativa der certo, deverá ser implementada em inglês.

No entanto, o risco continua existindo mesmo se o controle de qualidade dos verbetes se tornar mais rígido. O problema não é a Wikipédia veicular informações errôneas, pois este risco é imanente ao projeto, mas sim o fato de ela passar a ser usada como fonte de informação autorizada – e muitas vezes como única fonte de informação.

Usar a Wikipédia como fonte de trabalhos acadêmicos não é nenhuma raridade na Alemanha. Justamente na universidade, onde teoricamente se deveria produzir o saber a ser compilado numa enciclopédia. O problema, portanto, é delegar a autoridade do saber enciclopédico a um experimento que, apesar de sua legitimidade, está naturalmente exposto a manipulações e propagação de erros.

Neste ponto, as editoras de enciclopédias impressas já vêm despertando para a necessidade de explorar todas possibilidades digitais e a internet, a fim de não serem desbancadas por sua concorrente online.

Leia mais