1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

VW anuncia recorde de produção com Golf

Nesta terça-feira (25), a Volkswagen supera, com o modelo Golf, recorde estabelecido pelo Fusca.

default

Os modelos do Golf

Em todo o mundo, somente o modelo Toyota-Corolla teve uma produção superior aos 21.517.415 Golf fabricados pela Volkswagen. A montadora alemã ultrapassa assim a marca que estabelecera com o popular Fusca – conhecido na Alemanha como Käfer (besouro).

No princípio era o "besouro" – Ferdinand Porsche construiu em 1936 o primeiro protótipo do Fusca, nascido da promessa de Adolf Hitler de produzir um automóvel para a grande massa. Entretanto, o resultado foi um carro blindado para o Exército, próprio para transportar três soldados e uma metralhadora pesada. Em sua produção trabalharam presos dos campos de concentração e trabalhadores forçados.

A produção civil iniciou-se em 1945. Pouco a pouco libertado das características de veículo militar, o carrinho transformou-se nas décadas de 50 e 60 em símbolo da prosperidade arduamente conquistada pelo cidadão simples, que a comemorava com sua primeira viagem de férias para a Itália.

Graças às vagas de trabalho na VW, a cidade de Wolfsburg integrou, com sucesso relativo, refugiados, exilados e gastarbeiter ("trabalhadores convidados"). Contratando sistematicamente operários italianos, a montadora tornou-se em 1962 a principal empregadora de estrangeiros da Alemanha. Em 1961, os papéis da VW tornaram-se as primeiras "ações populares".

"Não podemos esquecer qual é a nossa origem: o Fusca!", disse certa vez um dos diretores da Volkswagen. Revivido na versão New Beetle, o Fusca é fabricado ainda hoje no México. Contudo, a era do modelo parece ter chegado inexoravelmente ao fim.

Um sucessor realista – Ao lançar o Golf em 1974, a Volkswagen libertou-se finalmente da dependência do Fusca. Em seu livro Geração Golf, lançado em 2001, o cronista Florian Illies, de 30 anos, traça um paralelo entre seus contemporâneos e a vitória do novo modelo da VW: agora, tanto carro como motoristas são mais "corpulentos".

A geração Golf aprendeu desde cedo que é cansativo demais modificar o mundo. Citando a campanha publicitária para o sistema de navegação do novo modelo da VW: "E assim está resolvido o problema de procurar a meta" – uma frase que adquire um tom melancólico, se interpretada como metáfora.

Adeus às utopias; os novos ídolos dessa geração têm pedestal fixo no Mercado Novo da Bolsa de Frankfurt.

Fim de mais uma era? – Porém a alegria pelo recorde de produção não é totalmente livre de preocupações. O Mercado Novo atravessa uma séria crise, enquanto a produção do Golf sofre pela demanda insuficiente. As notícias de que, antes e depois das férias coletivas, alguns postos serão cortados também contribuem para ofuscar as comemorações. E o novo modelo do Golf, com a dura missão de reavivar as vendas, só tem lançamento previsto para o segundo semestre de 2003.

A geração dos sucessores ameaça escapar à Volkswagen. Segundo Illies, ela já começa lentamente a afastar-se do Golf, em direção às station wagons negras da Volvo e aos Saab, ou então aos modelos maiores da Mercedes e da BMW. (av)

Links externos