1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Turismo

Vogtland atrai com instrumentos musicais, rendas, paisagens e história

A região de Vogtland, na antiga Alemanha Oriental, tem muito a oferecer. Na cidade de Markneukirchen são fabricados instrumentos musicais há 350 anos. E Plauen é famosa até hoje pela manufatura de rendas.

default

Ponte Göltzschtalbrücke é símbolo da região na Saxônia

A região de Vogtland, na Saxônia, Leste da Alemanha, convida a um passeio turístico, graças a suas numerosas atrações. O símbolo regional é a Göltzschtalbrücke, em Netzschkau, a maior ponte de tijolo aparente do mundo, com 574 metros de comprimento.

Centro do bordado alemão

A 20 quilômetros de Netzschkau está Plauen. Há séculos, a cidade é famosa pela fabricação de rendas, e ainda tem mais de 40 manufaturas. Graças a técnicas e equipamentos modernos, no início do século 20 a indústria local conseguiu bater a concorrência internacional. Mas, até hoje, numa das fábricas, os visitantes podem acompanhar como se fazia renda antigamente.

Plauen também teve um papel importante na reunificação do país. Em 7 de outubro de 1989 ela sediou a primeira grande manifestação contra o regime comunista da Alemanha Oriental, com 15 mil participantes. O fato histórico é relembrado por um memorial.

Outra dica para quem visita Plauen é a rota que passa pela antiga fronteira entre as Alemanhas Oriental e Ocidental. Atualmente, a área faz parte do projeto ambiental Faixa Verde, e é possível ver alguns resquícios dos antigos postos de controle.

Instrumentos musicais

Na mesma rota fica Markneukirchen. A cidade é especialista em instrumentos musicais há 350 anos. Antes da Primeira Guerra Mundial, 75% dos instrumentos usados nas orquestras no mundo todo eram produzidos ali. Vale visitar o museu que reúne cerca de 5 mil objetos musicais de todas as partes do mundo, do século 17 até os dias de hoje.

A última parada é Klingenthal, que atrai pela vista e também pela música. Mas a atração máxima aqui é se colocar na pele de um esportista de esqui.

Os turistas podem subir a rampa de uma pista de esqui de 137 metros de altura, e, de lá de cima, ter a mesma vista que os atletas têm, antes de saltar – um programa nada indicado para quem sofre de vertigem. Mas opções não faltam, e a Vogtland recebe turistas e viajantes de braços abertos.

Assistir ao vídeo 06:40

Onde a fabricação de rendas e instrumentos musicais é histórica

Áudios e vídeos relacionados