1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Vocalista do AC/DC corre risco de perder audição

Depois de recomendação médica, banda cancela parte da turnê nos EUA e afirma que shows serão remarcados com vocalista convidado.

A banda australiana AC/DC adiou os próximos dez shows de sua turnê pelos Estados Unidos, após médicos alertarem que o vocalista Brian Johnson pode ficar surdo.

"O vocalista do AC/DC, Brian Johnson, foi aconselhado por médicos a interromper imediatamente a turnê ou corria o risco de perder totalmente a audição", anunciou a banda, em comunicado divulgado na segunda-feira (07/03).

O comunicado diz ainda que os shows adiados serão remarcados para o final do ano e "provavelmente com um vocalista convidado". Os ingressos já vendidos são válidos para a nova data ou podem ser reembolsados.

O grupo anunciou apenas o cancelamento da turnê americana, mas não confirmou se os shows agendados em vários países europeus nos próximos meses vão, de fato, ser realizados. O AC/DC não deu mais detalhes sobre o estado de saúde de Johnson.

A banda, fundada em 1973 pelos irmãos Malcom e Angus Young, ainda é um dos grupos de rock de maior sucesso internacional, famoso por apresentações que levam o volume do som ao limite. Brian Johnson, de 68 anos, entrou para o AC/DC em 1980, após a morte do então vocalista Bon Scott.

Os problemas de audição de Johnson é o mais recente dos infortúnios que atingiram a lendária banda recentemente. Em 2014, o guitarrista Malcom Young deixou o grupo após ser diagnosticado com demência. No mesmo ano, o AC/DC perdeu o baterista Phil Rudd, preso por posse de drogas e acusado de ameaçar de morte um ex-funcionário na Nova Zelândia.

Desde 1973, o AC/DC vendeu mais de 200 milhões de discos. O sétimo álbum da banda, Back in Black, lançado em 1980, é o mais vendidos da história do rock.

CN/afp/ap/lusa

Leia mais