1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Vitória da Seleção Alemã pode beneficiar Schröder

Uma eventual vitória da Alemanha na final da Copa do Mundo, contra o Brasil, poderá influenciar fortemente as próximas eleições parlamentares, em setembro deste ano.

default

Schröder (d) e o seu concorrente na disputa pela chefia do governo, Edmund Stoiber

Alguns estrategistas políticos acham que se o técnico Rudi Völler trouxer o ouro para casa, aumentará a confiança popular no atual governo. "Este resultado daria um impulso positivo à opinião pública, assim como ao comportamento do mercado consumidor alemão", afirmou o presidente da Confederação Nacional das Entidades Patronais, Dieter Hundt, ao jornal berlinense Der Tagesspiegel.

Hundt diz que sua opinião é baseada em precedentes históricos, desde que uma vitória na competição, há quase um século atrás, teve grande influência sobre o comportamento da população. Foi o caso da copa de 1954, quando o lendário goleiro Fritz Walter e seu time trouxeram a taça para casa. O acontecimento entusiasmou o povo, que ainda sofria na reconstrução do país a partir das ruínas deixadas pela Segunda Guerra Mundial.

Auto-estima - Uma vitória neste domingo (30) poderia elevar a auto-estima da população e motivar os alemães a querer destacar-se em outros âmbitos, analisou Hundt. E no momento, tal motivação é extremamente necessária, principalmente na economia e educação, enfatizou o empresário. Especialistas holandeses acrescentam que um rejuvenescimento da economia alemã irá auxiliar a Europa como um todo. Além disso, a conquista iria aumentar a procura por produtos nacionais em todo o mundo.

Esperança política O triunfo também influenciará as eleições de setembro à favor de Schröder. Como não é nada incomum os times nacionais demitirem seus técnicos após uma derrota, a vitória alemã não só salvaria o cargo de Rudi Völler como também poderia diminuir o risco do atual premier ser posto para escanteio. "Esta é realmente nossa linha de pensamento, mas isso é baseado mais em psicologia de bar do que em dados concretos", afirmou um membro do Partido Social Democrático (SPD), da coalizão governamental.

Indícios científicos Uma pesquisa realizada durante as eleições parlamentares de 1998 mostrou uma possível relação entre a Copa do Mundo e o comportamento dos eleitores. Naquele ano, a Alemanha foi eliminada ainda nas quartas-de-final, e semanas depois Schröder passava a ocupar o cargo do então chanceler federal Helmut Kohl.

O estudo, conduzido pelos analistas de comunicação Reimar Zeh e Lutz Hagen, avaliou os efeitos das notícias televisivas sobre as atitudes populares perante os candidatos. Os pesquisadores observaram a presença do que eles chamam de "efeito halo", em que acontecimentos como a Copa irradiam sua energia positiva àqueles que os acompanham, mesmo que os assuntos sejam, aparentemente, tão distantes como política e futebol.

Leia mais