1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Violência em estádio deixa dezenas de mortos no Cairo

Egito volta a viver confrontos violentos em dia de jogo de futebol. Desta vez, confusão ocorre entre torcedores e policiais na entrada da arena, antes da partida entre os times da primeira divisão Zamalek e Enppi.

Pelo menos 25 pessoas morreram na noite deste domingo (08/12) após confrontos entre a polícia e torcedores do clube de futebol Zamalek, no Cairo. Os embates ocorreram no primeiro jogo do campeonato egípcio aberto ao público desde 2012, quando atos de violência em um estádio em Port-Said, norte do Egito, deixaram 74 mortos.

De acordo com agentes de segurança, os distúrbios começaram na porta do estádio Air Defense, nordeste do Cairo, quando alguns torcedores sem ingresso tentaram forçar a entrada para assistir à partida entre os times da primeira divisão egípcia Zamalek e Enppi.

Já torcedores do Zamalek, conhecidos como "cavaleiros brancos", postaram na página oficial da torcida no Facebook que a violência começou quando autoridades abriram apenas um portão estreito e de arame farpado para que eles entrassem no estádio, o que teria provocado empurra-empurra e confusão. Em seguida, eles viram policiais reagindo com bombas de gás lacrimogêneo e tiros.

Em dezembro, as autoridades egípcias decidiram voltar autorizar partidas abertas ao público, com número limitado de espectadores em alguns jogos do campeonato da primeira divisão, a fim de evitar episódios de violência. Os 10 mil ingressos colocados à venda para o jogo deste domingo esgotaram rapidamente.

Em fevereiro de 2012, numa partida entre os clube de Port-Said Al-Masry e o Al-Ahly, torcedores do time da casa atacaram violentamente a torcida adversária.

MSB/lusa/ap

Leia mais