1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Videntes às cegas em 2004

Equivocaram-se os astros ou os astrólogos? Em 2004, suas predições para o chanceler Schröder não foram nada boas. No entanto, o ano passado foi ótimo para o chefe de governo alemão. E isso é apenas um dos exemplos.

default

A bola de cristal nem sempre diz a verdade


Winfried Noé, um dos astrólogos mais populares na Alemanha, previu que o chanceler alemão teria de deixar o cargo por motivos de saúde em 2004. Mas Schröder continua bem saudável – e no poder!

Mas os astrólogos também têm capacidade de aprender rápido. Noé recebeu novas informações caídas do céu e prevê agora uma tendência de ascensão para Gerhard Schröder. Errará novamente?

Angela Merkel, nova chanceler

Outros astrólogos que prognosticaram um caminho penoso para o chanceler alemão em 2004 foram Patricia Bahrani e Richard Müntefering.

Bundestag debattiert über EU-Beitrittsverhandlungen mit der Türkei

Prognóstico falho: uma decepção 'deste tamanho' para Angela Merkel

Bahrani chegou mesmo a predizer a ascensão de Angela Merkel, a chefe da oposição democrata-cristã, ao poder. Um fato histórico, pois ela se tornaria assim a primeira mulher a governar a Alemanha.

O engano nesse prognóstico não surpreendeu Michael Kunkel, da Associação Alemã de Pesquisa de Fenômenos Paranormais. Segundo ele, Patricia Bahrani é conhecida pelas suas predições falhas.

Ela previu, por exemplo, um grande ataque terrorista em Berlim, que originaria um verdadeiro crash da Bolsa de Valores alemã. O que nunca aconteceu.

Burrices

Após examinar 190 prognósticos feitos para 2004, a conclusão da citada associação foi de que os videntes alemães andaram às cegas com as suas predições.

A verificação do cumprimento das predições não é tarefa fácil, assegura Michael Kunkel: "Mais da metade dos textos contêm burrices que não podem ser consideradas como prognósticos".

Como exemplo, ele cita a astróloga da cadeia de televisão RTL, Antonia Langsdorf, que previu "vibrações no sul da Austrália".

Morte de Bush

Os astrólogos também se enganaram nas profecias relacionadas à política internacional. A metade deles previu que o presidente americano George W. Bush perderia as eleições presidenciais de 2004.

O maior equívoco neste caso ficou por conta do vidente romeno Rado Moisoiu, segundo o qual Bush não poderia participar do pleito, pois morreria em agosto de 2004.

Boris Becker

Ainda não encontrou a segunda esposa: ex-tenista Boris Becker

Inúmeras personalidades ricas e famosas também se recusaram a seguir o destino que lhes foi previsto a partir dos astros. Para o ex-tenista Boris Becker, o ano de 2004 deveria trazer seu segundo casamento. Becker segue sendo o divorciado mais cobiçado da Alemanha.

O príncipe Charles tampouco cumpriu a predição dos astros, pois não rompeu definitivamente o seu relacionamento com Camilla Parker Bowles.

Leia mais