1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Vice de Merkel quer folga semanal para ficar com a filha

Apesar de acumular cargos de líder partidário, vice-chanceler e ministro da Economia e Energia, Gabriel quer mostrar que pais podem conciliar com sucesso trabalho e família. Iniciativa foi bem recebida na imprensa alemã.

O segundo homem na hierarquia do governo alemão quer tirar pelo menos uma tarde livre por semana para cuidar de sua filha de dois anos. O presidente do Partido Social Democrata (SPD), Sigmar Gabriel, afirmou que, às quartas-feiras, sairá, para isso, mais cedo do trabalho. "Minha esposa trabalha fora, e às quartas-feiras é a minha vez de pegar a criança na creche", afirmou, em entrevista ao jornal Bild.

Não deverá ser fácil para Gabriel levar o plano adiante. No novo gabinete de Angela Merkel, empossado em dezembro, ele acumula os cargos de vice-chanceler e ministro de Economia e Energia. Um dos projetos mais importantes do governo alemão está justamente dentro da sua área de responsabilidade: a reforma energética, que visa desativar reatores atômicos em favor de fontes alternativas.

Recentemente, a nova ministra alemã da Defesa, Ursula von der Leyen, havia anunciado que tentará, apesar de toda dificuldade, combinar vida profissional e familiar. "Espero que eu possa continuar a trabalhar muita coisa de casa", disse a política democrata-cristã, em entrevista à revista Bunte.

Gabriel elogiou o fato de algumas ministras do novo gabinete Merkel terem anunciado que tentarão trabalhar também de casa. Inicialmente, a ideia do vice-chanceler foi recebida de forma positiva pela imprensa alemã.

"Muitas coisas são impossíveis se não analisamos documentos também no carro, no trem ou em casa", ressaltou o social-democrata. "Mas também deve haver fases em que devemos ter tempo para as crianças, o parceiro ou para coisas normais, como compras. Caso contrário, já não saberemos mais o que é uma vida normal."

MD/dpa/afp

Leia mais