1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Eleição na Alemanha

Verdes querem ampliar lei da naturalização

Fortalecido pelos resultados da eleição parlamentar de 22 de setembro, o Partido Verde coloca em debate seus temas prediletos.

default

Deputada verde Marie-Luise Beck

Claudia Roth, presidente do Partido Verde, foi a primeira a falar da necessidade de uma reflexão dos políticos sobre a tolerância da nacionalidade dupla no caso de estrangeiros que requerem a naturalização na Alemanha. A atual legislação prevê a devolução do passaporte do país de origem.

A deputada do mesmo partido Marieluise Beck, encarregada pelo governo federal dos assuntos relativos aos estrangeiros, voltou a defender a tese em entrevista concedida à emissora WDR.

Reduzir o número dos excluídos de direitos civis

Para uma democracia, a Alemanha tem um número muito alto de cidadãos excluídos do direito de voto, argumenta Beck, justamente porque a proporção de naturalizados é pequena em comparação com o número de estrangeiros que vivem no país há 25 anos ou mais.

Para muitos, sobretudo aqueles da primeira geração, é "extremamente difícil despedir-se definitivamente do país de origem", declara a política demonstrando compreensão pelo dilema. No entanto, "muitos gostariam de fazer uso de seus direitos de cidadãos na Alemanha".

O debate a respeito desta questão ainda não foi iniciado dentro do partido, mas Beck acentua que a "questão da equiparação dos direitos dos imigrantes é de central importância para os verdes". Ela não teme que políticos conservadores se aproveitem da deixa para iniciar uma polêmica, contando com o apoio da parcela xenófoba da população. Em sua opinião, a sociedade alemã já realizou um debate sensato a respeito da imigração, no contexto da lei introduzida pelo governo social-democrata e verde, e isso mudou um pouco a maneira das pessoas pensarem a respeito da questão dos estrangeiros estabelecidos no país.

Grande anuência dos turcos à coalizão de governo "A eleição para o Parlamento foi decidida pelos turcos", afirma Kenan Kolat, vice-presidente da Comunidade Turca da Alemanha. Levantamentos do grupo de pesquisas Wahlen, especializado em questões eleitorais, confirmam: 60% dos alemães de origem turca votaram no Partido Social-Democrático e 20%, no Partido Verde. Os turcos constituem não só o grupo mais numeroso de estrangeiros na Alemanha, como também dos naturalizados que participaram pela primeira vez de uma eleição.

Leia mais