1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

América Latina

Venezuela cassa direitos políticos de candidato da oposição

Controladoria Geral proíbe Pablo Pérez de exercer cargos públicos pelos próximos dez anos. Ex-governador do estado de Zulia é o quarto político a ser impedido de concorrer às eleições legislativas de dezembro.

O ex-governador e líder opositor venezuelano Pablo Pérez denunciou neste sábado (18/07) que foi proíbe de exercer cargos públicos pelos próximos dez anos. Perez é o quarto candidato de oposição a ter os direitos políticos cassados pela Controladoria Geral da República.

A medida foi anunciada após a ex-deputada María Corina Machado e os ex-prefeitos Daniel Ceballos e Enzo Scarano serem proibidos de exercer cargos públicos por um ano. Eles estavam entre os candidatos de oposição que concorreriam às próximas eleições legislativas, marcadas para dezembro.

Pérez, que foi governador do estado de Zulia entre 2008 e 2012, afirmou que recebeu uma comunicação da Controladoria informando sua cassação. Embora nenhum detalhe sobre os motivos da suspensão dos políticos tenha sido divulgado, as autoridades costumam acusar os políticos de desvio de dinheiro público.

A oposição alega que o governo do presidente Nicolás Maduro quer reprimir a participação dos candidatos de oposição nas próximas eleições. A coalizão de oposição ao governo, a Mesa de Unidade Democrática (MUD), pretende realizar protestos nas ruas nesta semana em repúdio às cassações dos direitos dos políticos.

FC/dpa/efe/rtr/ap/afp

Leia mais