Venda online de frutas e verduras cria nova perspectiva para agricultores | Notícias e análises sobre a economia brasileira e mundial | DW | 30.03.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Venda online de frutas e verduras cria nova perspectiva para agricultores

A venda de frutas e verduras diretamente ao consumidor garante a subsistência de pequenas e microempresas agrícolas. Na ilha de Maiorca, no Mar Mediterrâneo, agricultores usam a internet para comercializar seus produtos.

default

Serviço online amplia clientela de agricultores

Mika e Rafel Serrano são agricultores pouco convencionais. Eles quase não possuem terra, criam pouco gado e mesmo assim conseguem sobreviver da agricultura. Eles fornecem verduras de seu plantio orgânico e outros produtos biológicos plantados por amigos aos habitantes da ilha mediterrânea de Maiorca, na Espanha.

Reportage Obst Online

Site traz mais informações do que as fornecidas em supermercados

Há pouco tempo eles começaram a vender o que colhem também numa loja online, através da qual os agricultores das Ilhas Baleares podem comercializar não só frutas, verduras, ovos e carne orgânica, como também produtos manufaturados, como é o caso do azeite de oliva.

O site foi produzido com a ajuda da administração da ilha, através de uma fundação de tecnologias inovadoras do ministério espanhol da Indústria, Turismo e Comércio. Muitas vezes, reclama Serrano, o governo dificulta a vida dos agricultores por exigir uma série de documentos, certificados e controles.

No entanto, a página de internet, que as autoridades implementaram juntamente com os agricultores de produtos orgânicos, só recebe elogios. "Nunca houve algo semelhante nas Ilhas Baleares", comenta Mika Serrano.

Mais clientes online

Com o serviço online, os agricultores podem dispensar intermediários e ao mesmo tempo dispõem de uma estratégia de propaganda. E tanto o produtor quanto o comprador saem lucrando, pois o produto fica mais barato para o cliente e, por outro lado, acaba sobrando mais dinheiro no final para os agricultores.

Reportage Obst Online

Serrano já tem site próprio

Carsten Reichel vive há quatro anos em Maiorca. Na sua pausa para café, ele gosta de ir à feira onde Rafel vende alfaces, azeite de oliva e cremes vegetais para passar no pão. Chegando lá, só precisa pegar sua encomenda – a mercadoria já foi escolhida na noite anterior através de um clique de mouse.

Primeiro, ele pensou no que iria cozinhar nos dias seguintes, então reuniu os ingredientes do cardápio da semana. Reichel aprecia bastante a qualidade dos produtos que compra através da internet.

Compradores online são mais bem informados

Serrano e seus amigos agricultores compilaram no seu website uma série de informações sobre seus produtos e granjas. Num fórum de discussões, os clientes podem manifestar sua opinião e fazer perguntas aos agricultores. Tanta informação não se encontra disponível para alguém que faz suas compras num supermercado.

"A vitória da transparência" chama-se um recente estudo da agência Trendwatching, que observa tendências de consumo em todo o planeta. O estudo indica que quanto mais o cliente estiver informado sobre a mercadoria, maior a chance de ele comprá-la. E isso vale principalmente para produtos orgânicos.

Nesse meio tempo, o agricultor Rafel Serrano já possui uma página de internet própria, cujo conteúdo engloba seu currículo, fotos de seus canteiros bem cuidados e dicas para cultivar a própria horta.

Atualmente, outros agricultores da ilha também possuem suas próprias lojas online, através das quais suas laranjas e vinhos conseguem chegar até mesmo à Alemanha.

Autora: Stephanie Eichler (ca)
Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais