1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Ciência e Saúde

Vencedores do concurso de ativismo online The Bobs recebem prêmio

Os ganhadores do concurso de ativismo online da Deutsche Welle – The Bobs – receberam seus prêmios durante o Global Media Forum em Bonn. O vencedor da categoria principal deixou um recado claro.

Li Chengpeng está acostumado ao público. Como se fosse pela centésima vez, ele segurou seu prêmio em direção às câmeras, posando e tomando cuidado para que suas mãos não encobrissem nenhuma das letras estampadas sobre o troféu, um bloco cinza com letreiros escuros. Mas o que ele disse em seu discurso de agradecimento não soou rotineiro, porém algo bem pessoal.

A última vez que ele ganhou alguma coisa foi no quarto ano da escola, relatou o blogueiro chinês, arrancando sorrisos do público. Naquela época, ele foi agraciado pela escola por ter entregado a um policial uma moeda de 1 yuan que encontrou na rua. Na verdade, ele a havia roubado da mãe. "Minha pequena história mostra que, na China, não recebemos nenhum prêmio por dizer a verdade", brincou o blogueiro.

Coragem de falar

O autor e colunista chinês é a figura de proa na luta contra a censura estatal na China. Principalmente os chineses mais jovens, que anseiam por mais liberdade, veneram-no como a uma estrela pop. Milhões desses jovens leem as postagens de Li Chengpeng nas mídias sociais e em sua página de internet.

Gewinner des Bobs Awards Li Chengpeng

Autor e blogueiro Li Chengpeng tem status de estrela pop em seu país

Li e outros cinco vencedores receberam os prêmios do Bobs nesta terça-feira (18/06), no Global Media Forum, conferência internacional da Deutsche Welle. Os prêmios se destinam a projetos corajosos e inovadores, que lutam pela liberdade, abertura e intercâmbio na rede. "Eles levantam a voz e empregam criatividade, ideias e tempo, para que sejam escutados. Assim, encorajam outras pessoas a ser fortes e a lutar por seus direitos", afirmou a editora-chefe da DW, Ute Schaeffer, ao parabenizar os candidatos.

Um júri internacional de especialistas em internet, entre eles, ativistas, blogueiros e cientistas, escolheu os seis ganhadores dos Prêmios do Júri entre mais de 4.200 candidatos de todo o mundo.

Luta contra a opressão das mulheres

Gewinner des Bobs Awards

A ativista Houda Lammqadam recebe o prêmio em nome de '475'

O vencedor da categoria Melhor Ativismo Social foi a iniciativa jovem marroquina 475. O grupo documentou num filme o destino de Amina, uma jovem de 16 anos que se suicidou em 2012, após um juiz marroquino tê-la casado com seu estuprador. O prêmio foi recebido por Houda Lamqaddam, membro do grupo e narradora do documentário. "Este prêmio vai para todos os ativistas que lutam pelos direitos de mulheres e homens de decidir sobre seu próprio corpo", disse Lamqaddam.

Na categoria Melhor Inovação, o ganhador foi o website chinês Freeweibo.com. Os organizadores do site disponibilizam um acesso sem censura ao SinaWeibo.com, a rede social mais usada na China. No FreeWeibo, os usuários podem buscar e compreender termos sensíveis, cujos conteúdos foram apagados pelas autoridades. "Ao tornar visível a censura, mostramos às pessoas o que está acontecendo em seu país. Somente assim, elas podem exercer pressão sobre o governo e mudar algo", explicou Carl Lee, do FreeWeibo, sobre o objetivo do projeto.

Silêncio quebrado

O Prêmio Repórteres Sem Fronteiras foi para a jovem blogueira e ativista de direitos humanos Fabbi Kouassi, da República do Togo, na África Ocidental. Com palavras claras, ela denuncia a brutalidade policial contra jornalistas no país de regime autoritário. Como Kouassi recentemente deu à luz uma criança, ela não pôde estar presente na premiação. O irmão dela, que vive na Alemanha, recebeu o prêmio em seu lugar. "Fabbi tem uma vida arriscada como jornalista no Togo", disse. "Nós nos preocupamos diariamente, mas estamos muito orgulhosos dela."

Gewinner des Bobs Awards Ute Schaeffer Akter Mahfuza

Editora-chefe da DW, Ute Schaeffer, entrega prêmio a Mahfuza Akter

Mahfuza Akter recebeu o Prêmio Global Media Forum. A jovem faz parte do projeto social revolucionário Info Lady. Trata-se de jovens mulheres bengalis com formação, que viajam centenas de quilômetros de bicicleta, para prover vilarejos remotos dos serviços urgentemente necessários. Equipada com um laptop solar e um smartphobe, Akter disse que pode ajudar "em quase todos os problemas diários dos moradores", seja na área de saúde, seja em fazer uma ligação pelo Skype. O Global Media Forum dá destaque este ano aos desafios da economia global.

Navegando com segurança pela internet

O júri do The Bobs ficou impressionado com a inventividade do projeto Me and My Shadow, que ganhou a categoria Mais Criativo e Original. Nesse site, os usuários são levados, de forma lúdica, a navegar com segurança pela internet. Em países onde existem a censura e o controle da rede, os dados deixados por ativistas na rede podem ter graves consequências – em alguns casos, pode-se tratar de vida ou morte.

Webseiten der diesjährigen Bobsgewinner 2013

Screenshot do página de internet 'Me and My Shadow'

Por trás de Me and My Shadow está o Tactical Technology Collective, um grupo internacional que treina ativistas de direitos humanos a lidar com a internet. A gestora Stephanie Hankey recebeu o prêmio em nome do projeto.

O perigo para as pessoas que, em países "não livres", lutam pela liberdade de expressão e democracia, refletiu-se no discurso de quase todos os vencedores. Também o próprio Li Chengpeng disse não se ver como uma pessoa corajosa. Ele afirmou que vive, constantemente, com o medo de represálias e acresceu: "Para mim, a única forma de derrotar esse medo é escrever."

Leia mais