1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Vaníloquos do mundo inteiro em Berlim

Os "Maulhelden 2004" querem derrubar fronteiras em todos os sentidos. O 3º Festival Internacional da Arte Verbal apresenta uma mistura recalcitrante.

default

Zé do Rock representa o Brasil no festival berlinense

Pela terceira vez, reúnem-se em Berlim, da sexta-feira (16/1) até o sábado da próxima semana (24/1), artistas verbais de meio mundo: cômicos, autores satíricos e outros acrobatas verbais. Os "Maulhelden" (vaníloquos) vêm da Alemanha, Áustria, Suíça, Dinamarca, Holanda, Irlanda, Suécia, África do Sul, Canadá, Grã-Bretanha, Itália, Estados Unidos, Turquia, República Tcheca, Polônia, Rússia, Japão, Espanha... e do Brasil!

Os "Maulhelden" querem derrubar todas as fronteiras e, em especial, a barreira lingüística. No 3º Festival Internacional de Arte Verbal, eles se apresentam ao público alemão, falando na maior parte a sua língua materna. Este não é o caso, no entanto, do "vaníloquo" brasileiro: Zé do Rock, que vive em Munique, é bastante conhecido em toda a Alemanha como autor satírico, pela sua proposta de simplificação do idioma de Goethe. Seus dois livros são verdadeiros best-sellers no país.

Parlamento internacional

Arnulf Rating, Maulhelden - 2. Internationales Festival der Wortkunst in Berlin

Arnulf Rating

Para o criador e organizador do evento, Arnulf Rating, o festival dos "Maulhelden" tem uma importância quase transcendental: "Nós nos vemos como um parlamento internacional, como um contrapeso da arena política".

Este ano, o "parlamento" oferecerá uma plataforma de manifestação a vozes provenientes de muitos países que fizeram parte da chamada "coalizão dos dispostos" na guerra do Iraque. Só que as afirmações a serem ouvidas em Berlim não deverão agradar nem um pouco aos donos do poder nos Estados Unidos e nos seus países aliados na guerra.

O Michael Moore do teatro

Bill Talen

Bill Talen

Uma das principais atrações do festival dos "Maulhelden" é Bill Talen, aliás "Reverendo Billy", dos Estados Unidos. Em Nova York, seu palco é a rua. Vestido de maneira esdrúxula – summer jacket e colarinho de padre –, ele utiliza o megafone para fazer as pregações da igreja que fundou ("Church of Stop Shopping"), contra o consumismo e a globalização.

Reverendo Billy é considerado o "Michael Moore do teatro" e sua apresentação no festival berlinense não ficará restrita ao palco. Ele promete dar uma demonstração prática do seu estilo de desobediência civil. Só não se sabe ainda qual será a plataforma externa escolhida. E os organizadores esperam que Billy não seja detido pela polícia de Berlim. Mas isso não seria grande novidade: em Nova York, ele está acostumado a terminar suas manifestações no distrito policial.

Experiências anteriores

Maulhelden - 2. Internationalen Festival der Wortkunst

Maulhelden 2003

As experiências dos dois eventos anteriores demonstram que a concepção internacional do festival não apenas oferece a todos os participantes a possibilidade de perceber as diferentes abordagens artísticas dos diversos círculos culturais. Ela também mostra as semelhanças nesta época da globalização.

Onde as barreiras idiomáticas pareceram muito altas para a necessária internacionalidade, trabalhou-se com traduções simultâneas que funcionaram surpreendentemente bem. Assim, não se estabeleceram limites para a rica variedade da arte verbal internacional: triquestroques e acrobacia verbal, humor mordaz e sutileza cômica, onomatopéias, poesia e muita coisa mais foram apresentados nas mais distintas formas – da sátira política, stand-up comedy e apresentações a capella até ao teatro, às leituras e às sessões de slam-poetry, sempre houve algo de realmente interessante para o numeroso público.

Leia mais

Links externos