1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Valor de mercado do Facebook pode chegar a US$ 87 bilhões

Empresa líder em redes sociais anuncia que pretende levantar 12 bilhões de dólares na sua oferta pública inicial de ações, planejada para meados deste mês.

Facebook Vice President of Product Chris Cox delivers a keynote address at Facebook's fMC global event for marketers in New York City in this February 29, 2012 file photograph. Facebook Inc plans to price its initial public offering at a high-$20s to mid-$30s per-share range in its initial public offering later this month, according to a person familiar with the matter. The price range would value the world's No. 1 Internet social networking company between $85 billion and $95 billion, according to a report in the Wall Street Journal, which first reported the news on May 3, 2012. REUTERS/Mike Segar/Files (UNITED STATES - Tags: BUSINESS SOCIETY SCIENCE TECHNOLOGY)

Facebook Börsengang Chris Cox

O Facebook estima que vale entre 70 bilhões e 87,5 bilhões de dólares e espera arrecadar cerca de 12 bilhões de dólares com a sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). Nesta quinta-feira (03/05), a empresa dona da rede social mais conhecida do mundo divulgou o preço inicial de suas ações. Elas devem começar a ser negociadas na bolsa em 18 de maio, escreve o jornal Wall Street Jornal.

Serão postas à venda 337,4 milhões de ações, numa faixa de preço entre 28 a 35 dólares cada. Base para o cálculo do valor da empresa são as 2,5 bilhões de ações existentes. A partir disso chega-se a um valor entre 70 bilhões e 87,5 bilhões de dólares, um pouco abaixo dos estimados 100 bilhões de dólares iniciais.

Assim, a entrada do Facebook no mercado de ações seria a maior oferta pública da história da Internet. A estreia do Google na bolsa, em 2004, levantou 1,7 bilhão de dólares, com a empresa inicialmente avaliada em 23 bilhões. Atualmente ela vale 200 bilhões de dólares.

Quase a metade (47%) das ações serão ofertadas pelos atuais acionistas, entre eles o presidente e fundador da empresa, Mark Zuckerberg, que detém 57,3% dos direitos de voto. Ele venderá 30,2 milhões de suas ações e com isso pode faturar até 981 milhões de dólares. A maior parte dessa quantia servirá para pagar impostos.

É esperado que um grande número de investidores se volte para a oferta do Facebook, embora analistas expressem suas preocupações sobre o futuro do crescimento da empresa, lançada há oito anos.

"Para uma companhia que já é tão grande e está levantando tanto dinheiro, a questão é quantos dos dias de glória do crescimento estão no passado e quantos estão por vir", questiona a analista de mercados Lisa Buyer.

AKS/rtr/dpa/afp
Revisão: Alexandre Schossler

Leia mais