1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Völler testa novo esquema, mas quer manter flexibilidade

Como líbero, Carsten Ramelow poderá ser peça chave da defesa alemã. Rudi Völler testa o esquema com três homens na retaguarda.

default

Jogadores correm na concentração em Miyazaki

No coletivo desta sexta-feira (24), em Miyazaki no Japão, o técnico Rudi Völler testou de maneira intensiva, pela primeira vez, o esquema de defesa com três homens: Thomas Linke à direita, Carsten Ramelow ao centro e Christoph Metzelder à esquerda. Se mantida esta formação, Carsten Ramelow atuaria como líbero, entre o meio-de-campo e a defesa, assumindo o lugar de Jens Nowotny, que não pôde ser convocado em virtude de lesão no joelho.

O técnico não quis, contudo, confirmar o esquema como definitivo: "Vamos permanecer flexíveis." Nos recentes jogos-testes, o esquema preferido por Völler foi o de armar a defesa com quatro homens.

A nova formação agradou bastante a Linke ("É melhor, se jogarmos com três homens na retaguarda"), embora não acredite que Völler tenha feito a melhor escolha para ocupar a posição de líbero. A seu ver, Ramelow tem excelentes qualidades, mas não é tão veloz como seria Nowotny – qualidade indispensável para um líbero.

O próprio Ramelow vê a questão de maneira distinta. Ele argumenta que já substituiu Nowotny em tal posição, tanto em jogos do Bayer Leverkusen como durante o jogo-teste da Seleção Alemã contra os Estados Unidos. Ramelow afirma já ter superado inteiramente a frustração pela perda recente de três títulos com o Leverkusen e também os enormes esforços físicos das últimas semanas: "Estou me sentindo muito bem."

Ballack de fora – No último jogo-teste da Seleção Alemã, contra um time juvenil da região de Miyazaki, no próximo domingo (26), Michael Ballack não entrará em campo. Considerado uma espécie de "arma secreta" de Völler, Ballack está sendo poupado para recuperar-se inteiramente de uma contusão no pé. Segundo o treinador, se a partida do domingo fosse pela Copa do Mundo, ele poderia jogar sem problemas. Mas o técnico prefere não correr risco na fase preparatória.

Assim sendo, Ballack só participou do aquecimento, nesta sexta-feira, ficando de fora do treino com bola. Mas deverá voltar aos treinos completos até a próxima segunda-feira. A maior preocupação de Völler, no momento, é com a saúde do seu plantel e não apenas no caso do volante Ballack. O técnico alemão classificou os sete dias que antecedem a partida de estréia do selecionado alemão em Sapporo, contra a Arábia Saudita, como "a semana mais longa do ano".

Leia mais

Links externos