Vítima de tortura, curdo denuncia a brutalidade do regime turco | Veja todo o conteúdo audiovisual publicado na mediateca | DW | 25.10.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

PÁGINA INICIAL

Vítima de tortura, curdo denuncia a brutalidade do regime turco

Detido por 17 dias, Kamil Uluç fala com exclusividade à DW sobre os dias de terror que passou sob custódia da polícia turca, acusado de pertencer ao PKK. Justiça ordenou libertação, mas não se pronunciou sobre suas denúncias.

Assistir ao vídeo 03:06
Ao vivo agora
03:06 min

Kamil Uluç passou 17 dias sofrendo maus tratos nas mãos da polícia turca. Foram 17 dias no inferno. O curdo de 31 anos, nascido em Istambul, levanta sérias acusações contra o Estado turco. Durante dias, ele e outras pessoas foram torturadas. As sessões começaram com espancamentos, mas os métodos foram se tornando cada vez mais brutais.