1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Vídeo do EI mostra criança executando dois supostos espiões russos

Nas imagens divulgadas pelo "Estado Islâmico", dois homens afirmam ser espiões do serviços secreto da Rússia e são mortos por um menino. Veracidade do material não foi confirmada.

A organização jihadista "Estado Islâmico" (EI) divulgou nesta terça-feira (13/01) um vídeo que mostra um menino executando dois homens, que supostamente trabalhariam para o Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB). A autenticidade do material ainda não foi confirmada.

O vídeo de sete minutos e meio, intitulado "Descobrindo um inimigo interno", é narrado em russo e começa com o interrogatório de um dos homens, que diz ser cidadão do Cazaquistão. Ele diz ter sido recrutado pelo FSB com a missão de se aproximar de um combatente do EI. O segundo homem também afirma fazer parte do FSB, mas não revela sua nacionalidade. Ele teria sido incumbido de matar um combatente do EI. Ambos afirmam que teriam sido orientados a coletar e transmitir informações sobre combatentes jihadistas na Síria.

Após o interrogatório, o clipe mostra uma cena ao ar livre, onde um militante adulto do EI está acompanhado de uma criança. O menino não está usando máscara e carrega uma pistola. Os dois supostos espiões russos estão ajoelhados na frente deles. O militante adulto do EI então recita versos religiosos e proclama que os dois homens estão na "guarda de jovens leões" do autodeclarado "califado" islâmico do EI. Em seguida, o menino executa ambos com tiros na cabeça.

O fim do vídeo contém gravações antigas, que mostram o menino participando de um campo de treinamento para crianças. O menino diz se chamar Abdallah e ser do Cazaquistão.

O FSB ainda não comentou a veracidade do material. O vídeo aparenta ser o primeiro que mostra uma criança realizando uma execução, embora o EI já ter divulgado outros clipes nos quais crianças aparecem assistindo a execuções e treinando para combates.

PV/afp/dpa

Leia mais