1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Uso internacional de celular gera despesas "ocultas"

O padrão GSM de telefonia celular é usado em toda a Europa e permite o uso do mesmo telefone em quase todas as partes do continente.

default

Quem recebe chamada no exterior paga parte da tarifa

Os usuários europeus de celulares podem usufruir do conforto de um telefone próprio em quase toda parte do continente. O sistema padronizado GSM e a técnica denominada roaming permitem a conexão com a rede européia de telefonia celular, onde quer que o usuário se encontre. Independentemente da companhia provedora, o aparelho móvel registra-se automaticamente na rede do país visitado.

Este conforto é especialmente bem-vindo nas viagens de férias ou de negócios. Não existe a necessidade de utilização dos telefones de hotéis, que cobram em geral tarifas elevadíssimas para ligações internacionais, nem da busca por telefones públicos ou centrais telefônicas.

O conforto tem seu preço

Aproveitando o início da temporada das férias escolares de verão na Europa, as Centrais de Defesa dos Consumidores na Alemanha lançaram agora uma advertência aos usuários de celular: o conforto do telefone próprio tem o seu preço e ele pode surpreender os desavisados.

Acontece que todo custo adicional ao valor da tarifa vigente dentro do país tem de ser pago pelo dono do celular. Isto significa que ele tem de arcar não apenas com o custo total das chamadas que fizer, mas também com parte dos custos das chamadas recebidas, representada pela diferença de preço entre as ligações nacionais e internacionais – uma espécie de "despesa oculta" para muitos.

Desligar ou pagar

A lógica é simples: quem liga para um celular, não tem a obrigação de saber onde o dono do telefone se encontra. Se ele estiver em qualquer parte da Alemanha, o preço é sempre o mesmo – de ligação nacional. E este é o valor que a pessoa se predispôs a pagar. Se o dono do telefone se encontra fora da Alemanha, ele tem duas opções: desligar o celular e não receber chamadas ou arcar com a diferença de custo.

Por esta razão, as Centrais de Defesa dos Consumidores iniciaram uma campanha de esclarecimento, aconselhando a uma utilização parcimoniosa dos telefones celulares no Exterior. Elas advertiram, além disto, contra o uso de serviços especiais – do tipo mailbox ou SMS. Fora do país, eles geram custos muito mais altos do que se espera.

Links externos