1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Sua Opinião

USINA NUCLEAR NO BRASIL

Nossos usuários opinaram esta semana sobre: os prós e contras do uso da energia nuclear, as declarações de Putin, Airbus, proteção à criança e o carnaval em Mainz. Vale a pena conferir!

default

Angra dos Reis, painel de controle

Acho incrível o governo brasileiro querer investir em energia nuclear quando o sistema educacional do povo brasileiro precisa com urgência ser reorganizado e carece de investimentos do setor público e federal. Todo esse dinheiro que eles pretendem gastar deveria ser direcionado para investimentos na educação e saneamento básico da população. Diziam: "Este é um país que vai para a frente". Eu vejo o Brasil cada vez mais pobre e sugado para o caos. Existem as grandes empresas, os grandes banqueiros e 5% dos ricos que estão movendo o Brasil para fazer a moldura internacional do progresso. Existe a pequena sociedade que produz e paga os impostos e a imensa boca do governo para dividir entre eles a fatia do bolo dos impostos que esta pequena sociedade paga. É esta pequena sociedade que paga impostos, paga a escola do seu filho, paga um convênio médico digno para a sua família, paga o lazer da família, paga a segurança particular. Tem como retorno do governo: ruas sujas, falta de energia em algumas localidades da cidade, lixo na porta acumulado esperando a regional da prefeitura despertar um dia e recolher. Vejo a sociedade brasileira assim, cansada, desacreditada das leis brasileiras, do governo e de seus governantes. A violência aumenta, e o governo não promove mudanças que motivem esperanças para a sociedade.
Angélica Dias Müller

Como assim, não se justifica a energia nuclear no Brasil? No momento a matriz energética brasileira não é suficiente para o crescimento que se projeta a curto prazo. O gás natural é ameaçado de aumento de preço e usado até como chantagem pelo vizinho que o fornece. Isso inviabiliza investimentos por causa da incerteza sobre essa fonte de energia. O potencial hídrico esbarra em problemas ambientais: inunda grandes áreas da floresta e através do apodrecimento da matéria vegetal causa desprendimento de metano no ar agravando o efeito estufa, acaba com ambientes de espécies endêmicas, desaloja populações causando traumas e conflitos. O petróleo e gás produzidos pelo Brasil são suficientes apenas para consumo interno na demanda atual, pois ocorrendo aumento de consumo, terá que importar. Como diminuir a pobreza sem crescer?

Além do mais as reservas petrolíferas brasileiras são bem limitadas e a exploração deste tipo de recurso causa inconvenientes que todos estão cansados de saber. A energia eólica no Brasil e no mundo apresenta algumas limitações: locações com ventos constantes em média de 7m/s, custo da tecnologia, forma de armazenamento da energia gerada, etc. Claro que a tecnologia evolui constantemente, mas não dá para esperar. As novas fontes de energia renováveis – biomassa, combustíveis vegetais, energia de marés, energia das ondas, energia eólica, entre outras, – são limpas e duráveis, mas não substituem totalmente as não-renováveis na situação atual.

A energia nuclear não é uma maravilha, mas afeta menos a atmosfera da Terra e tem um rendimento bastante satisfatório. Se 100% da energia usada na Terra fosse nuclear, hoje não estaríamos preocupados com efeito estufa e enquanto não se desenvolver um sistema de fusão nuclear eficiente para se gerar energia (como ocorre no Sol), a fissão nuclear será a melhor forma de geração de energia.
Junio Abreu

Realmente é bastante contraditório que um país que ainda não venceu a fome e o analfabetismo tenha que se preocupar com energia nuclear. Entretanto é importante que se considere a energia atômica como possível solução, pois as fontes de energia limpa ainda não estão em condições de suprir as necessidades atuais.
Lidia Alves

DECLARAÇÕES DE PUTIN

Depois de 1989, o mundo viu a guerra do Golfo, a guerra dos Bálcãs, a guerra da Somália, os atentados as Torres Gêmeas, a invasão do Afeganistão (qual era a ameaça que o Afeganistão representava para a paz mundial mesmo?), a invasão do Iraque (e as armas químicas, as bombas nucleares e as armas biológicas, onde estão?) as ameaças de invasão da Síria, do Irã, da Coréia do Norte, o total apoio a Israel e a total humilhação do povo palestino. O mundo ficou pior, e agora estacionar mísseis no Leste Europeu era o gesto que faltava para mostrar aos russos e ao mundo de quem é o planeta Terra. Deles ou dos EUA? Quem não aceitar, já viu, é terrorista.
José Maria Duarte da Cunha


Acho besteira esse negócio de sistema antimísseis, já que o que está na moda é derrubar os satélites dos concorrentes. Além do mais, os EUA, como donos da Europa, têm todo o direito de instalar ali todo tipo de hightech toys que eles quiserem. Acho que a Rússia deveria se esforçar mais para vencer o atraso tecnológico e se preparar para um novo conflito, que, a meu ver, parece inevitável.
Eduardo Longshanks

PROJETO DO A380

Acredito que a Airbus tenha avaliado mal o projeto e a execução convencional de uma aeronave deste porte. Os problemas de engenharia enfrentados para sua execução foram enormes, porém os ocasionados durante os testes em vôo parecem insolúveis até o momento. Um erro no projeto ou falha de execução pode custar a vida de 800 pessoas por vôo! É muito risco, e o que está em jogo não é somente o avião ou as vidas, mas também a própria empresa.
João Antonio

VIOLÊNCIA CONTRA CRIANÇAS

Se o Estado foi criado pelo povo para defender o povo em todas as suas formas, por que não deveria intervir nas famílias que maltratam suas crianças, que são o futuro e a continuidade de uma nação? Se esta criança está sob o jugo de uma família cruel, quem poderá protegê-la? Obviamente o Estado tem este dever. Os protegidos de hoje serão os protetores de amanhã; os violentados de hoje violentarão amanhã; nem o rico e nem o pobre estará livre da marginalidade fabricada.
Raquel Bandeira

CARNAVAL EM MAINZOntem estive no Carnaval de Mainz, cidade próxima de Frankfurt, onde os arranha-céus e um dos maiores aeroportos da Europa marcam a existência da cidade. Cheguei a Frankfurt de passagem e para ser hospedado contei com a amabilidade dos alemães. A senhora que me hospedou é uma grande entusiasta de sua região e disse que "de jeito nenhum eu poderia perder o Carnaval". Peguei um trem normal que foi enchendo-se de cores: no princípio a terceira idade, com máscaras de Zorro e senhoras com purpurina no rosto e perucas roxas. Depois muitas enfermeiras, vampiros, elefantes, mendigos, gramados de futebol, camponesas, famílias de leões, fadas madrinhas, anjos, que mais tarde ainda encontrei por todos os lados cantando e caindo na folia. Como fui sozinho, estava decidido a passar meia hora por lá. Mas logo conheci um alemão e vários de seus amigos na fila do cachorro quente e do quentão. Daí prá frente, passamos uma festa muito agradável que durou até o anoitecer, quando saí de lá senão perderia o ônibus para a cidade onde vivo. Nessa altura, a folia parecia estar apenas começando, com shows de luzes e música que tomavam o lugar dos carros alegóricos. Uma ótima festa, resumindo! Valeu a pena a experiência!
Vitor Smolka

Leia mais