1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Uruguai joga para confirmar classificação contra o Taiti

Com vaga na semifinal encaminhada, Celeste deve optar por poupar jogadores, como Cavani, contra a seleção taitiana, que se despede do torneio. Saldo de gols pode fazer diferença em caso de zebra entre Espanha e Nigéria.

A história mostra que o futebol é avesso à soberba – subestimar uma adversário não raro acaba custando caro. Mas as primeiras rodadas da Copa das Confederações mostraram que, quando se trata do Taiti, não é leviano entrar em campo um pouco mais relaxado. Nigéria e Espanha o fizeram e não tiveram problemas. E neste domingo (23/06), na Arena Pernambuco, será a vez do Uruguai.

A Celeste vem de uma sequência de jogos extenuante, e seu elenco, dono da maior média de idade do torneio (28 anos), sentiu o desgaste físico e psicológico. Em dez dias, foram três partidas importantes: contra a Venezuela (1 a 0), pelas Eliminatórias, a Espanha (1 a 2) e a Nigéria (2 a 1). E, diante do Taiti, o técnico Óscar Tabárez deve fazer mudanças para poupar alguns jogadores.

“Contra a Nigéria, demos um passo grande para chegar à semifinal. Não chegamos lá ainda, mas estamos bem encaminhados”, disse Tabárez.

A única certeza, por enquanto, é a ausência do capitão Diego Lugano, suspenso com dois cartões amarelos. O atacante Edinson Cavani, que levou um amarelo contra a Nigéria, deve ser poupado para evitar que receba o segundo e fique de fora de uma eventual semifinal. Outro que pode ficar no banco contra o Taiti é Diego Forlán, autor do gol da vitória na partida de quinta-feira e que, com 34 anos, demanda cuidados especiais. Em seu lugar deve jogar o meia Nicolás Lodeiro, do Botafogo.

Flash-Galerie Fußball WM 2010 Südafrika Viertelfinale Uruguay vs Ghana

O técnico Óscar Tabárez, que, de olho na semifinal, planeja poupar uma série de jogadores contra o Taiti

Independentemente de quem jogue, o objetivo do Uruguai é fazer o maior número de gols possíveis para não depender do outro jogo da chave. O grupo B da Copa das Confederações tem a Espanha, com seis pontos e 11 gols de saldo, como líder; seguida pela Nigéria, com três pontos e quatro gols; e pela Celeste, dona dos mesmos três pontos, mas com zero gol de saldo.

Uma vitória nigeriana não seria um milagre, mas é tida como improvável. Assim, as semifinais se encaminham para o clássico entre Brasil e Uruguai no Mineirão.

“Nenhuma partida é vencida antes do apito inicial, mas o panorama mais provável é esse mesmo [um duelo com o Brasil]. Costumam nos chamar de estraga-prazeres, e isso é um elogio para gente”, afirmou Tabárez.

Prováveis escalações

Uruguai: Fernando Muslera; Matías Aguirregaray, Sebastián Coates, Diego Godín, Martín Cáceres; Sebastián Egueren, Arévalo Ríos, Gastón Ramírez e Nicolás Lodeiro; Luis Suárez e Abel Hernández. Técnico: Oscar Tabárez.

Taiti: Xavier Samin; Vincent Simon, Stephane Faatiarau, Jonathan Tehau, Teheivarri Ludivion; Heimano Bourebare, Ricky Aitamai, Henri Caroine, Steevy Chong Hue; Marama Vahiura e Alvin Tehau. Técnico: Eddy Etaeta.

Local

Arena Pernambuco – Recife

Árbitro

Pedro Proença (Portugal), auxiliado por seus compatriotas Bertino Miranda e José Tiago Trigo.

Destaques

Uruguai

Abel Hernández: O atacante do Palermo, da Itália, deve ter contra o Taiti sua primeira chance na Copa das Confederações. Aos 23 anos, é apelidado de La Joya (A Joia) pelos uruguaios, que o tratam como a esperança de dar continuação à atual geração de atacantes.

Taiti

Confed Cup 2013 Spanien Tahiti

Vahirua, que joga no futebol grego, disputa bola durante a derrota por 10 a 0 para a Espanha

Marama Vahirua: Ele é a estrela do Taiti, o único entre os 23 convocados que joga fora do país – atualmente defende o Panthrakikos, da Grécia. Foi eleito o melhor jogador da Oceania em 2005 e carrega grande parte da esperança dos taitianos de verem mais um gol nesta Copa das Confederações.

Retrospecto

As duas seleções jamais se enfrentaram.

Curiosidade

A torcida na Copa das Confederações tem apoiado o time teoricamente mais fraco. Contra a Espanha, o Uruguai teve o apoio de grande parte das arquibancadas, mas o panorama mudou contra a Nigéria. Neste domingo, a coisa deve se repetir: o amador Taiti vem se mostrando o mais querido dos brasileiros.

Leia mais