Universidade de Göttingen é referência na pesquisa de ponta | Tudo o que você precisa saber para estudar na Alemanha | DW | 02.03.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Estudar na Alemanha

Universidade de Göttingen é referência na pesquisa de ponta

Com uma oferta de mais de 120 disciplinas, a Universidade Georg August de Göttingen mantém também importantes parcerias com o Instituto Max Planck e com o Centro Aeroespacial Alemão.

default

Auditório da universidade de Göttingen

Poucas universidades alemãs podem oferecer aos seus alunos condições de pesquisa tão boas como a Universidade Georg August de Göttingen. Nela estão representados nada menos do que cinco institutos Max Planck de pesquisa, além de uma representação do Centro Aeroespacial Alemão (Deutsches Zentrum für Luft- und Raumfahrt – DLR), o Centro Alemão de Primatologia e diversos institutos autônomos.

Numa estreita cooperação com a indústria e os institutos de pesquisa, a universidade criou vários cursos de tecnologia de ponta, como Bioinformática, Biociências Moleculares ou Ciências Neurológicas.

Niedersächsische Staats- und Universitätsbibliothek (SUB) in Göttingen freies Bildformat

Biblioteca abriga mais de 150 mil obras científicas publicadas a partir de 1601

Fundada em 1737, a Universidade Georg August de Göttingen oferece hoje aos seus 24 mil alunos um amplo leque de 120 disciplinas. A universidade foi contemplada pelo programa de excelência do governo alemão em outubro de 2007.

Poucas cidades universitárias alemãs são tão marcadas pela vida estudantil como a pequena Göttingen, no estado da Baixa Saxônia. Dos 129 mil habitantes da cidade, 24 mil são estudantes.

A partir de 1º de janeiro de 2003, a universidade passou a ser uma das poucas instituições de ensino superior da Alemanha administrada como fundação de direito público.

Biblioteca histórica e prêmios Nobel

A biblioteca central é mais antiga do que a própria universidade. Com cerca de 4,5 milhões de volumes, é uma das maiores e mais antigas bibliotecas científicas da Alemanha.

Carl Friedrich Gauss auf dem alten Zehn-Mark-Schein

Carl Friedrich Gauss na nota de 10 marcos

Sete detentores de prêmios Nobel, entre os quais os físicos Gustav Hertz e Max Born, lecionaram na universidade. Mais de 40 prêmios Nobel fizeram suas pesquisas na Universidade Georg August, como Herbert Kroemer, que ganhou o Nobel de Física no ano 2000.

Outra peculiaridade ligada a esta universidade é sua relação com as antigas cédulas de marcos alemães. Em 1989, quando foi lançada a terceira e última série de notas, elas estampavam nove personalidades alemãs.

Quatro delas haviam sido professores na universidade de Göttingen: Carl Friedrich Gauss, Paul Ehrlich, Jacob Grimm e Wilhelm Grimm. Além da imagem de Gauss, a nota de dez marcos reproduzia também prédios históricos da universidade, como o observatório astronômico e o auditório. (rw)

Leia mais