1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

União Europeia inicia missão de treinamento no Mali

Ao longo de 15 meses, europeus pretendem treinar cerca de 2.600 soldados do país africano. Objetivo é fortalecer os militares locais na luta contra os rebeldes islâmicos.

Soldaten der deutschen Mali-Truppen sind am 17.03.2013 auf dem Flughafen der senegalesischen Hauptstadt Dakar während eines Besuchs von Verteidigungsminister Thomas de Maizière angetreten. Rechts der Leiter des Kontingents, Major Gunnar Kratz. Foto: Christoph Sator dpa +++(c) dpa - Bildfunk+++

Bundeswehr Major Gunnar Kratz Dakar

A União Europeia (UE) iniciou nesta terça-feira (02/04) a sua missão de treinamento das forças militares do Mali. Ao todo, 22 países vão colaborar na missão, entre eles a Alemanha.

Um primeiro contigentes de 570 soldados do Mali deixou a capital do país, Bamako, e rumou para o centro de treinamento, localizado em Koulikoro, a cerca de 60 quilômetros da capital. O treinamento vai durar dez semanas.

A missão está prevista para durar 15 meses e deve treinar cerca de 2.600 soldados, ou cerca de metade do contigente militar do Mali. A missão custará 12 milhões de euros aos cofres europeus e será comandada pelo general francês François Lecointre.

Além do manejo de armamentos, o treinamento engloba a execução de manobras militares e também temas civis, como direito internacional e proteção da população.

Em dezembro passado, os 27 países-membros da União Europeia aprovaram o projeto de uma missão de treinamento para aumentar a capacidade de o Exército malinense de combater os rebeldes islâmicos, que, no ano passado, tomaram o controle do norte do país da África.

O lançamento da missão acabou sendo antecipado depois da intervenção da França em sua ex-colônia, em janeiro passado, para impedir que os insurgentes marchassem para a capital Bamako.

MM/afp/lusa/dpa

Leia mais