1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Um quarto dos alemães acredita no diabo

Segundo uma pesquisa, 9% tem medo do Satã e a metade acha que o diabo se incorpora nos seres humanos

default

Manuela Ruda, recentemente condenada por ter matado a mando do diabo

A crença na existência física do diabo é compartilhada por 23% dos alemães, de acordo com uma pesquisa realizada pelo instituto Forsa, que consultou mil pessoas. Desses entrevistados, 14% acredita que se pode exorcizá-lo e que é possível, também, fazer um pacto com o diabo.

Dos que acreditam na existência do Satã, segundo a pesquisa, 32% são jovens entre 18 e 29 anos, 28% são católicos e 22% protestantes. 9% dos entrevistados tem realmente medo do diabo, 18% acha que ele é "bonito e sedutor" e 17% acredita na figura clássica do diabo com pés de cavalos, chifres e rabo.

Invenção - A pesquisa revela, por outro lado, que o diabo não passa de uma invenção do homem, na opinião de 68% dos alemães. Ele seria uma forma de explicar o mal do mundo. 49% estima que é uma "invenção da Igreja", a fim de exercer pressão sobre o ser humano. A metade dos entrevistados (49%) acha que em cada ser humano se esconde um diabo, representando "nosso lado negro".

Leia mais