Um passeio pelo ″caminho da democracia″ em Bonn | Conheça os destinos turísticos mais famosos da Alemanha | DW | 09.05.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Turismo

Um passeio pelo "caminho da democracia" em Bonn

Com um passado de dois mil anos, 40 deles como capital da República Federal da Alemanha, Bonn tem muito a mostrar sobre a história do país. Quem visita a cidade hoje pode conhecer prédios do passado recente alemão.

default

Plenário do antigo Bundestag em Bonn

Apesar de ter sido durante 40 anos o centro político da Alemanha, em Bonn, não há indicações claras a este respeito. No entanto, impressões desta época ficaram e ajudaram a criar o "caminho da democracia", ao longo do antigo centro administrativo do país.

O passeio dura cerca de duas horas e começa pela Casa da História (Haus der Geschichte), museu que relata o passado da Alemanha. Depois, a visita segue pelas ruas e avenidas da cidade. Em cada uma das construções, há pequenos textos explicativos, com informações sobre seu antigo significado político.

Central de águas como prédio do Parlamento

A primeira parada do passeio é na Bundeshaus, que de 1949 até 1999 foi a sede das reuniões plenárias do Bundesrat, câmara alta do Parlamento alemão.

Logo em seguida vem a antiga Pädagogische Akademie (Academia Pedagógica), que foi ponto de reuniões do Conselho Parlamentar (Parlamentarischen Rat), do Bundestag e do Bundesrat.

De outubro de 1992 a julho de 1999, o Bundestag reuniu-se no então novo prédio do Parlamento. Antes disso, entre 1986 e 1992, as sessões aconteciam na antiga central de abastecimento de água (Wasserwerk). O local pertence atualmente ao complexo do World Conference Center Bonn.

Um dos símbolos da capital federal

Bundeshaus Bonn Kongresszentrum

Plenário é hoje centro de convenções

O antigo prédio de escritórios dos deputados do Parlamento alemão tornou-se um dos símbolos de Bonn. Em alusão a Eugen Gerstenmaier, presidente do Bundestag de 1954 a 1969, a construção foi apelidada de "O longo Eugen".

Ali perto fica o complexo de escritórios Tulpenfeld. Já a rua Dahlmannstrasse concentrava a mídia. Jornais, revistas, emissoras de rádio e televisão mantinham ali os escritórios de seus correspondentes.

Um prédio, muitos usuários

A antiga chancelaria federal (Bundeskanzleramt) em Bonn, onde hoje fica o Ministério da Cooperação Econômica e do Desenvolvimento, foi ocupada oficialmente, de 1976 a 1999, pelos chanceleres federais Helmut Schmidt, Helmut Kohl e Gerhard Schröder.

O Palácio Schaumburg, concluído em 1860, é outro prédio particularmente interessante. Inicialmente habitado pela família do industrial Wilhelm Loeschigk, o palácio foi ampliado pelo proprietário seguinte, príncipe Adolf zu Schaumburg-Lippe. A partir de 1939, foi usado pelas Forças Armadas alemãs e, após 1945, pelas lideranças militares belgas.

Em novembro de 1949, o palácio passou a ser ocupado pelo chefe de governo Konrad Adenauer – primeiro chanceler federal da Alemanha Ocidental. Passariam por ali também os chanceleres federais Ludwig Erhard, Kurt Georg Kiesinger, Willy Brandt e Helmut Schmidt.

Em 1990, os representantes dos dois Estados alemães firmaram, ali, um acordo sobre a criação de uma união monetária, econômica e social.

De Bonn para Berlim

Bonn Villa Hammerschmidt

Villa Hammerschmidt

Ainda no "caminho da democracia" encontra-se a antiga residência oficial do presidente alemão, a Villa Hammerschmidt. O primeiro proprietário da mansão, cuja construção foi terminada em 1868, foi Leopold Koenig. De 1950 a 1994, Hammerschmidt foi a residência oficial do presidente da República Federal da Alemanha.

Testemunhas da História

Também merece a atenção dos visitantes o Museu Koenig de História Natural e a casa de hóspedes Petersberg – construída em 1912 como hotel de luxo e que nas duas guerras mundiais foi usada como hospital.

Encerrando a rota, o turista passa pelo Ministério das Relações Exteriores; pelo primeiro prédio de ministério em Bonn; pelo Hofgarten, jardim em frente ao Castelo de Bonn, que desde 1968 foi palco de grandes manifestações politicas; e pela Erich Ollenhauerhaus, sede do Partido Social Democrata Alemão (SPD) até 1999.

CE/pg/AL

Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais