Uefa mantém, por enquanto, Eurocopa 2012 na Polônia e Ucrânia | Siga a cobertura dos principais eventos esportivos mundiais | DW | 26.09.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Uefa mantém, por enquanto, Eurocopa 2012 na Polônia e Ucrânia

Apesar de ameaças, comitê executivo da Uefa confirma Polônia e Ucrânia como sedes da Eurocopa 2012, mas condiciona organização do torneio à aceleração dos preparativos.

default

Michel Platini: conclusão dos estádios continua sendo essencial para o projeto

O comitê executivo da Uefa confirmou nesta sexta-feira (26/09) que Polônia e Ucrânia continuam sendo as sedes da Euro 2012, mas não descartou rever a decisão. A entidade máxima do futebol europeu também avalia reduzir de oito para seis as sedes do torneio.

"Claro que teria sido mais fácil ir para a Alemanha ou para a Espanha. Mas agora está 99% certo", disse o presidente da Uefa, Michel Platini, após reunião em Bordeaux. Mas ele sublinhou que os dois países ainda correm o risco de perder o direito de organizar o torneio.

"A conclusão dos estádios de Kiev e Varsóvia continua sendo um elemento essencial do projeto. Se não pudermos jogar em Kiev e em Varsóvia, não haverá torneio na Ucrânia e na Polônia. Mas foram também prometidos hotéis e aeroportos, e não há aeroportos", alertou Platini.

Segundo a agência de notícias SID, Berlim e Leipzig chegaram a ser cotadas pela Uefa para co-sediar o torneio. Wroclaw, Poznan, Gdansk e Varsóvia são as quatro sedes polonesas. Lviv, Donetsk, Dnipropetrovsk e Kiev são as sedes ucranianas.

O comitê executivo da Uefa também confirmou a ampliação da Eurocopa, que passará a ter 24 seleções – em vez das atuais 16 – a partir de 2016.

Outra decisão é a alteração do nome da Copa da Uefa, que passa a se chamar Liga da Europa (Europe League). "A mudança fortalecerá uma competição histórica, muito importante para a Uefa e para o futebol europeu", disse Platini.

Leia mais