1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

UE oferece 5 milhões de euros para gestão de crise em Calais

Premiê francês e representantes da Comissão Europeia visitam cidade francesa usada por migrantes como ponte para o Reino Unido. Dinheiro deve financiar construção de centro de acolhimento para 1,5 mil refugiados.

A Comissão Europeia anunciou nesta segunda-feira (31/08) a liberação de 5 milhões de euros para auxiliar a França a gerir o fluxo de migrantes na região de Calais, no norte da França.

O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, se reuniu com representantes europeus para discutir medidas de segurança e de melhoria das condições de vida de refugiados e requerentes de asilo.

"Nunca iremos virar as costas para aqueles que precisam de proteção", afirmou o vice-presidente da Comissão Europeia, Frans Timmermans. "Precisamos da cooperação de todos os Estados-membros. Muitos países estão se recusando a fazer sua parte. Isso vai contra o espírito europeu e é algo que não podemos aceitar."

Os 5 milhões de euros serão usados para financiar a construção de um novo centro de acolhimento, com capacidade para 1,5 mil pessoas. Atualmente, mais de 3 mil migrantes vivem em condições degradantes em abrigos e acampamentos em Calais. A cidade francesa se tornou ponto de parada para migrantes que querem chegar ao Reino Unidos através do Eurotúnel, sob o Canal da Mancha.

O premiê francês alertou que a segurança no porto de Calais e do túnel foi "reforçada consideravelmente" e que vir para a cidade é sinônimo de "um beco sem saída".

Valls também ressaltou a necessidade de reforçar a segurança nas fronteiras externas da Europa. Os ministros do Interior da União Europeia vão se reunir em Bruxelas no dia 14 de setembro em busca de uma solução europeia para a crise migratória no bloco.

KG/afp/rtr/dpa

Leia mais