UE impõe multas milionárias a 11 companhias aéreas por formação de cartel | Notícias e análises sobre a economia brasileira e mundial | DW | 10.11.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

UE impõe multas milionárias a 11 companhias aéreas por formação de cartel

Onze linhas aéreas foram multadas pela Comissão Europeia, num total de 799 milhões de euros, por estabelecerem um cartel mundial no transporte de mercadorias.

default

Air France-KLM recebeu a multa mais alta

A União Europeia (UE) aplicou nesta terça-feira (9/11) uma multa de 799 milhões de euros contra a Air France-KLM, British Airways e outras nove companhias aéreas, incluindo a chilena LAN, por fixar preços no segmento de cargas. Ao grupo Air France-KLM foi imposta a multa mais alta, de 340 milhões de euros. A companhia chilena terá de pagar 8,2 milhões de euros.

A alemã Lufthansa a sua subidiária suíça Swiss foram consideradas culpadas por fazer parte do grupo, mas não foram penalizadas por terem alertado a Comissão Europeia sobre a existência do cartel.

Por outro lado, a Comissão aumentou a multa para a SAS em 50%, devido ao seu envolvimento anterior em um cartel com a Maersk Air, na rota Copenhague-Estocolmo.

As demais empresas multadas por desrespeitar a lei de concorrências são a Air Canada, a Cathay Pacific, a Cargolux, a Japan Airlines, a Martinair, a SAS, a Singapore Airlines e a australiana Qantas.

Segundo a Comissão, as empresas estabeleceram um cartel mundial no transporte de mercadorias, ao imporem sobretaxas no preço do combustível ou na segurança durante seis anos, entre 1999 e 2006.

RW/lusa/rtd
Revisão: Alexandre Schossler

Leia mais