1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

UE impõe multa recorde contra cartel das vitaminas

O Comissário Mario Monti anunciou uma multa recorde de 855 milhões de euros contra oito indústrias farmacêuticas acusadas de formarem cartel para dividir o mercado das vitaminas.

default

Sede da BASF, em Ludwigshafen. A empresa é uma das multadas pela Comissão Européia

A Comissão Européia impôs hoje altas multas contra oito indústrias químico-farmacêuticas, por formação de cartel. As concorrentes teriam feito acertos ilegais de preços de vitaminas. A BASF alemã é uma delas e terá que pagar 296 milhões de euros (664 milhões de reais). As multas somam 855 milhões de euros ( 1,918 bilhão de reais), a importância mais alta já exigida pela Comissão Européia num processo por formação de cartel.

A líder do cartel seria a Roche suíça, que terá que pagar a multa mais "salgada": 462 milhões de euros ( 1,036 bilhão de reais). Os montantes foram publicados pela edição alemã do Financial Times, antes que o comissário de Livre Concorrência da União Européia, Mario Monti, divulgasse a decisão, hoje, em Bruxelas.

Multas nos EUA - Segundo Monti, as indústrias farmacêuticas dividiram entre si o mercado de vitaminas, não apenas as que se compram nas farmácias, como as que são adicionadas a certos alimentos e bebidas. O acerto de preços prejudicou o consumidor, por afetar importantes componentes da alimentação. Para a comissão, foi o "pior cartel" que ela já investigou.

As multas só não foram maiores porque as empresas resolveram cooperar com as autoridades européias na fase de investigação. Por formação de cartel as mesmas indústrias já foram multadas nos Estados Unidos. A BASF já teve que pagar 1,3 bilhão de marcos (1,5 bilhão de reais) em 1999, nos EUA e Canadá.

Em sua sede, em Ludwigshafen, a BASF não quis comentar inicialmente a multa, mas depois seu porta-voz, Hartmut Unger, considerou-a "excessivamente alta". Por ter cooperado com a UE, a gigante alemã considera que o tratamento foi injusto.Segundo Unger, o montante da multa ultrapassa as provisões que a BASF reservou para essa finalidade.

Links externos