1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Ucrânia se redime do vexame da estréia e goleia Arábia Saudita

Seleção do Leste Europeu melhora em relação ao jogo de estréia na Copa contra a Espanha e bate a fraca Arábia Saudita de Marcos Paquetá por 4 a 0.

default

Desta vez, a bola não entrou, mas Shevchenko marcou seu primeiro gol na Copa

Com a honra ferida, depois de tomar a maior goleada desde sua independência em 1991 (4 a 0 contra a Espanha na estréia na Copa), a Ucrânia entrou em campo em Hamburgo nesta segunda-feira (19/06) tentando se reabilitar e confirmou seu favoritismo diante da Arábia Saudita, eliminando-a do torneio.

A incapacidade do fraco adversário e também a sorte estiveram do lado da única seleção novata européia no Mundial 2006. Logo aos 3 minutos, o zagueiro Rusol abriu o placar, marcando um gol com joelho direito, pelo meio das pernas do goleiro Zaid, após cobrança de escanteio pela direita.

Na meia hora seguinte, os ucranianos continuaram com mais domínio de bola, mas ficaram longe de passar um rolo compressor por cima dos sauditas, cujo setor mais fraco parecia ser o ataque.

A Ucrânia multiplicou suas chances, mas o aproveitamento ficou aquém do que se espera de um time considerado "favorito secreto" ao título. A chuva leve que caiu em Hamburgo antes do jogo mostrou-se a nova aliada da Ucrânia. Aos 35 minutos, Rebrov, sem ter para quem passar a bola, chutou da intermediária, o goleiro Zaid escorregou e a bola foi para o fundo das redes.

A Arábia Saudita voltou do intervalo com pingo de esperança ao gramado úmido do estádio da Copa em Hamburgo, já que na partida contra a Tunísia marcara seus gols no segundo tempo. Mas logo no primeiro minuto, Shevchenko assinalou seu primeiro gol na Copa, ampliando para 3 a 0.

Apesar da vantagem folgada no placar, os ucranianos continuavam demonstrando insegurança e nervosismo, discutiam muito entre si e cometiam faltas desnecessárias. A Arábia Saudita não teve mais forças para reagir. A partida caiu de nível a ponto de serem ouvidas sonoras vaias no estádio.

Sem encontrar resistência, a Ucrânia ainda criou várias chances de gol, mas só marcou mais um: aos 39 minutos do segundo tempo, Shevchenko arrancou pela esquerda, entrou na área e serviu na bandeja para Kalinichenko empurrar para o fundo das redes.

ARÁBIA SAUDITA 0 x 4 UCRÂNIA

Arábia Saudita

Zaid - Dokhi (Al-Khathran), Tukar, Al- Montashari, Sulimani - Al-Ghamdi, Aziz, Khariri - Noor (Al- Jaber), Ameen (Al-Hawsawi) - Al-Kahtani
Técnico : Marcos Paquetá

Ucrânia

Schovkovski - Sviderski, Rusol, Nesmatschni - Gusev, Kalinichenko, Tymoschuk, Shelayev - Rebrov (Rotan) -
Voronin (Gusin)
Técnico : Oleg Blokhin

Data: 19/6/2006
Local : Estádio da Copa em Hamburgo
Horário : 18h (13h de Brasília)
Árbitro : Graham Poll (Inglaterra)
Assistentes : Glenn Turner e Philip Sharp (Inglaterra)
Cartões amarelos : Dokhi, Al-Ghamdi e Khariri (AS); Nesmatchniy, Kalinitshenko e Sviderski (U)
Gols : Rusol (U), aos 3min do primeiro tempo; Rebrov (U), aos 35min do primeiro tempo; Schewtschenko (U), no 1ºmin do segundo tempo; Kalinishenko (U), aos 39min do segundo tempo

Leia mais