1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Turquia prende dois ligados ao "Estado Islâmico"

Detidos estariam planejando realizar atentados suicidas na capital, Ancara, na véspera do Ano Novo. País, que tem quase mil quilômetros de fronteira com a Síria, está em alerta desde os ataques de outubro.

default

Policial turco durante operação antiterrorista: atentados em outubro mataram mais de cem

A polícia turca prendeu nesta quarta-feira (30/12) dois suspeitos de pertencerem ao movimento extremista "Estado Islâmico". Eles teriam planos de realizar atentados suicidas na capital, Ancara, na véspera do Ano Novo.

Segundo um funcionário do governo turco, as autoridades acreditam que os dois homens, vindos da Síria, estavam preparando um ataque à praça Kizilay, no centro de Ancara, onde multidões geralmente se reúnem para celebrar a virada do ano. Um porta-voz da divisão de combate ao terrorismo da polícia em Ancara não quis comentar o assunto.

Em outubro, um duplo atentado suicida atribuído ao "Estado Islâmico" matou mais de cem pessoas em Ancara, no mais grave ataque da história do país. A tragédia levou a Turquia a intensificar os esforços para combater os extremistas.

A Turquia tem uma fronteira de 900 quilômetros com a Síria. Parte dela, no lado sírio, é controlada pelo "Estado Islâmico" e tem sido usada como rota de trânsito de jihadistas desde o início da guerra civil.

RPR/efe/lusa/rtr