Turquia concorda em dispensar visto para cidadãos da UE | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 03.05.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Turquia concorda em dispensar visto para cidadãos da UE

Ancara declara que abolirá exigência de vistos para turistas provenientes da Europa – incluindo cipriotas gregos – se bloco implementar medida recíproca a cidadãos turcos. Decisão é esperada para junho.

A Turquia concordou em acabar com a exigência de visto para todos os cidadãos da União Europeia (UE), incluindo os cipriotas gregos, se, em troca, o bloco implementar uma medida recíproca e liberar também a entrada de turcos na Europa sem necessidade de visto.

A decisão, publicada no Diário Oficial do país nesta terça-feira (03/05), afirma que o gabinete da Turquia aprovou a dispensa de vistos para turistas de todos os 28 Estados-membros da UE, assim que a Europa suavizar seus próprios requerimentos para os cidadãos turcos.

Sendo assim, a Turquia terá que aceitar também a entrada de cipriotas gregos – após décadas de impasse. Ancara reconhece apenas o norte da ilha grega de Chipre, controlado pelos turcos, enquanto a outra metade é reconhecida internacionalmente como nação e membro da UE.

Assistir ao vídeo 01:15
Ao vivo agora
01:15 min

Migrantes são transferidos da Grécia para a Turquia

"Isso não significa o reconhecimento de Chipre. Se a UE abolir os vistos para os cidadãos turcos, então, nós também aboliremos os vistos para os países do bloco", esclareceu uma autoridade turca.

O bloco europeu e Ancara fecharam um acordo em março deste ano a fim de conter o fluxo migratório proveniente da Turquia, depois de 1 milhão de refugiados terem chegado à Europa no ano passado. Entre as concessões do acordo, estaria a isenção de vistos para turistas.

Liberalizar as regras de vistos para a Turquia é um tema polêmico entre membros da UE, mas Bruxelas tem levado a discussão adiante para manter em vigor o acordo migratório.

O prazo para a Comissão Europeia se pronunciar sobre tal medida termina nesta quarta-feira, quando se espera que o órgão peça aos governos da UE para votarem a decisão até o final de junho – tendo a Turquia cumprido ou não os 72 critérios preestabelecidos do acordo.

Nesta terça-feira, após as declarações turcas, a Comissão Europeia elogiou a decisão de Ancara de liberar a exigência de vistos. "A Turquia tem feito um grande esforço nas últimas semanas para cumprir os critérios", disse a porta-voz Mina Andreeva, sugerindo uma possível aprovação da medida.

Não é claro quanto dos 79 milhões de cidadãos turcos seriam beneficiados com a isenção de visto para a Europa – estima-se que cerca de 10% da população turca possua passaporte. Além disso, questiona-se se tal medida estaria de acordo com as normas de segurança da União Europeia.

EK/ap/dpa/rtr

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados