1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Turismo descobre as "viúvas da Copa"

Os fãs do futebol mal podem esperar a loucura que será o verão. Mas, e as pobres mulheres, cujos destinos estão atados a tais fanáticos? As "viúvas do futebol" tornaram-se o público-alvo perfeito para o ramo do turismo.

default

É verão, e nem sinal de bola...

O que há de fazer uma mulher neste verão, se não compartilha o entusiasmo futebolístico de seu companheiro? As opções não parecem muitas, pois o amor de sua vida ou estará estatelado no sofá diante da TV durante todo o mês, ou correndo atrás de sua idolatrada seleção por toda a Alemanha. E assim a pobre terá se tornado mais uma "viúva da Copa".

Talvez seja o fim do relacionamento. Mas, quem sabe, seja possível fazer da necessidade uma virtude? Quem sabe haja alternativas para abnegadamente abastecer o seu homem com batatinhas fritas e cerveja, rezando em segredo para que o time dele perca logo, já preparando um cínico discurso de consolo?

Por que não ir embora e deixar a Copa para trás?

Lacuna mercadológica

As companhias de viagens e turismo já farejaram o potencial mercado que são as "viúvas do futebol". E há algum tempo começaram a anunciar seus pacotes de viagens de escape, dirigidas àquelas para quem um mês de maratona esportiva é um inferno pessoal.

Um exemplo é a provocante campanha da Associação Suíça de Turismo. Um dos filmes mostra uma seleção de atléticos brutamontes, compenetrados em suas flexões e abdominais.

Então uma voz sexy sussurra: "Garotas, neste verão da Copa do Mundo, por que não escapar para um país onde os homens dedicam menos tempo ao futebol e mais tempo a você?"

Os gays também? Por que não!

Schweiz Grenze

Atenção, garanhões suíços à vista!

O spot de 35 segundos passará a ser irradiado pelas TVs francesa, alemã e suíça a partir do início de maio. Estrelando, um ajudante de fazendeiro, um taxista, um montanhista, um capitão de barca e um punhado de robustos lenhadores. E, para culminar, Renzo Blumenthal – Mister Suíça 2005 e fazendeiro na vida real –, que ordenha uma vaca e faz um biquinho sedutor.

A meta da Associação é que, dos países vizinhos da Suíça, as potenciais turistas desprezadas larguem em massa seus companheiros – no sofá, no bar, ou no estádio – e procurem abrigo anti-Copa nos majestosos Alpes.

Mas, se o tórrido spot atrair clientela masculina inesperada? Bem, os suíços podem ser tudo, menos preconceituosos, quando se trata de dinheiro. "A campanha seguramente não é direcionada aos turistas gays, mas se eles gostarem e vierem à Suíça por causa dela, tudo bem", tranqüiliza uma porta-voz da associação turística.

Trocando o gol pelo sol

Os helvéticos não são os únicos a seguir a trilha do ouro. Durante a Copa 2006, diversas companhias aéreas, como a British Airlines e a Easyjet, estão oferecendo passagens e outras ofertas a preços reduzidos, para destinações fora da Alemanha.

As agências de viagem também apostam no potencial das viúvas da Copa. Just You, uma companhia especializada em viagens para solteiros, já registra um acréscimo de 15% no número de passageiras, em relação ao período junho-julho do ano passado.

"Parece que uma bela praia está atraindo mais do que um belo jogo", conclui Julie Chew, gerente da firma. Boa parte das clientes que reservaram viagens nesse período confirmou a intenção de fugir do furor esportivo.

Consolo para as viúvas

Telefonpause am Strand

'Como é que vai a partida?'

"Cada vez mais pessoas partem sozinhas em férias, pelos motivos mais variados. Porém realmente parece que a Copa está acelerando essa tendência" revela a agente de viagens.

Portanto, quer deseje se esconder de uma determinada partida, quer pretenda sumir pelo mês inteiro, no verão haverá sempre um consolo para aquelas que perderão seus entes amados por toda a duração do mundial de futebol.

E para quem nem isso sabe: a Copa do Mundo Fifa 2006 vai de 9 de junho a 9 de julho próximos.

Leia mais