1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Ciência e Saúde

Tufão deixa milhares de desabrigados nas Filipinas

Koppu destruiu casas, derrubou árvores e provocou deslizamentos de terras e enchentes no norte do país, obrigando mais de 25 mil pessoas a deixarem suas casas. Pelo menos quatro pessoas morreram.

default

Família que vive na costa filipina teve casa destruída pelo Koppu

O tufão Koppu destruiu neste domingo (18/10) casas, derrubou árvores e provocou deslizamentos de terra e enchentes no norte das Filipinas, obrigando que mais de 25 mil pessoas a deixarem suas casas, segundo o governo local. Pelo menos quatro morreram. Duas perderam a vida afogadas, uma sofreu um choque elétrico e outra foi morta pela queda de uma árvore.

Milhares de famílias foram abrigadas em alojamentos de emergência. Operações de resgate são realizadas na província de cultivo de arroz de Nueva Ecija, onde os rios transbordaram e inundaram várias aldeias. "As pessoas estão pedindo ajuda, porque as águas estão subindo. As equipes de resgate não podem entrar na área", afirmou o chefe local da proteção civil, Nigel Lontoc.

Imagens de televisão mostram a fúria dos rios, destruindo casas e arrastando grandes detritos, como troncos de árvores.

O tufão atingiu a costa da vila pesqueira de Casiguran, situada a cerca de 200 quilômetros a nordeste da capital Manila, antes do amanhecer deste domingo, com rajadas até 210 quilômetros por hora, durante cerca de sete horas.

Apesar do enfraquecimento da tempestade, as autoridades locais alertaram para as fortes chuvas que também podem provocar enchentes e deslizamentos de terra na cordilheira, conhecida pelos seus terraços de arroz nas encostas das montanhas.

As Filipinas são afetadas por cerca de 20 tufões por ano. Um dos mais destruidores foi o Haiyan, que passou em novembro de 2014, matando pelo menos 6, 3 mil pessoas e deixando 4 milhões de desabrigados.

MD/efe/lusa

Leia mais