1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Tsipras vai renunciar e abrir caminho para eleições antecipadas

Primeiro-ministro grego se prepara para deixar o cargo, como forma de contornar rebelião dentro de seu partido. Governo interino chefiado por juiz assumirá até que novo pleito seja realizado, provavelmente em setembro.

O primeiro-ministro Alexis Tsipras vai anunciar nesta quinta-feira (20/08) sua renúncia, como forma de abrir caminho para eleições antecipadas na Grécia. A data proposta para o pleito será provavelmente 20 de setembro, e a decisão é vista como uma forma de contornar uma revolta dentro do partido governista, o Syriza.

Eleito em janeiro com um discurso antiausteridade, Tsipras entrou em rota de confronto com seus correligionários mais radicais ao aceitar as medidas impostas pelos credores internacionais em troca de um terceiro pacote de resgate para a Grécia.

Muitos se rebelaram e se recusaram a votar a favor das medidas, que só foram aprovadas no Parlamento grego após extenso debate e devido ao apoio da direita. Quase 40 deputados do Syriza se opuseram ao acordo com os credores.

Já se esperava que o premiê convocasse eleições antecipadas em algum momento no outono depois de desgastantes sete meses no cargo, período em que a Grécia esteve à beira do colapso, de deixar a zona do euro e se viu forçada a fechar seus bancos por três semanas para sobreviver à batalha com os credores estrangeiros.

Com a renúncia de Tsipras, dada como certa pela imprensa grega, um governo interino, chefiado por um juiz da máxima corte grega, assumirá o poder até que novas eleições sejam realizadas. O premiê fará um pronunciamento ainda nesta quinta-feira.

RPR/afp/rtr/ap

Leia mais