1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Tropas sírias entram em Palmira

Forças do governo conseguem entrar na cidade histórica, controlada pelo "Estado Islâmico" desde o ano passado. Obsevatório Sírio de Direitos Humanos relata violentos confrontos. Iraque inicia operação para retomar Mosul.

Templo Baal Shamin, em Palmira

Templo Baal Shamin, em Palmira

Forças do governo sírio entraram nesta quinta-feira (24/03) na antiga cidade de Palmira, que está sob o poder do grupo "Estado Islâmico" (EI) desde maio, segundo a TV estatal síria e o Observatório Sírio de Direitos Humanos. Ao mesmo tempo, um porta-voz militar iraquiano anunciou o início de uma muito aguardada operação militar para recapturar a cidade de Mosul dos militantes do EI.

O avanço em Palmira, Patrimônio Mundial da Unesco, ocorre pouco depois de tropas conseguirem, nesta semana, capturar várias colinas e terrenos elevados ao redor da cidade, famosa como sítio arqueológico e por suas ruínas romanas. Tropas sírias têm estado há dias na ofensiva para tentar capturar a cidade do EI.

"Violentos confrontos entre os dois lados estão em curso na cidade", disse Rami Abdel Rahman, presidente do Observatório Sírio de Direitos Humanos.

O governador da região, Talal Al Barazi, afirmou à agência de notícias Efe que engenheiros militares estavam trabalhando para desativar artefatos explosivos colocados na área pelos jihadistas para impedir o acesso dos militares.

Al Barazi acrescentou que, após os combates das últimas horas, muitos terroristas do EI fugiram em comboios em direção ao povoado de Al Sujna, nas mãos dos radicais.

O EI tomou Palmira em 20 de maio do ano passado, após uma ofensiva em que os jihadistas conseguiram controle de amplas partes do leste da província de Homs, na fronteira com o Iraque.

MD/efe/ap/dpa

Leia mais