1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Tropa internacional para Cabul e navios alemães para norte da África

A viagem da equipe internacional de reconhecimento a Cabul voltou a ser adiada devido à segurança no aeroporto da capital e problemas técnicos no de Begram, a 60 quilômetros da capital. Oito alemães participam do grupo.

default

Marinha alemã envia seis navios para operação antiterror

O grupo de 50 oficiais de vários países irá num Airbus das Forças Armadas alemãs (Bundeswehr) até uma base aérea britânica na península árabe, seguindo depois ao Afeganistão. Sua tarefa será determinar o aeroporto de destino dos contingentes internacionais e seu material, além de providenciar a infra-estrutura para os soldados.

O ministro afegão das relações Exteriores confirmou ter chegado a um consenso com a chefia militar britânica. Abdullah Abdullah disse que a tropa internacional de segurança terá 3 mil soldados. Destes, 300 ficarão em Cabul e os demais nas proximidades do aeroporto da capital.

A Alemanha planeja enviar primeiramente 770 soldados, mas este contingente pode ser reforçado com o estacionamento de soldados fora do Afeganistão para, por exemplo, tarefas na área de transportes. O porta-voz do comando da Bundeswehr (Forças Armadas alemãs), Karl-Henning Kröger, ressaltou que a presença alemã se concentrará em pára-quedistas.

O Parlamento alemão havia aprovado o envio de até 1200 soldados para integrar a ISAF, a tropa de proteção que atuará no Afeganistão sob mandato da ONU. Os britânicos, com 1500 homens, estão montando o quartel-general de onde liderarão o contingente internacional nos próximos três meses.

Marinha envia seis navios

Seis embarcações da marinha alemã participarão da operação antiterror. As embarcações deixarão o porto de Wilhelmshaven na próxima quarta-feira, com destino ao norte da África. As fragatas Emden e Köln e suas escoltas têm a missão de garantir a segurança da via marítima no norte do continente africano. Além disso, os navios de combate podem bloquear o abastecimento das organizações terroristas pelo mar.

Além das duas fragatas, a flotilha alemã tem ainda um navio de abastecimento, um navio-tanque e dois tênderes (navios de apoio). No total, estão envolvidos 600 fuzileiros navais.

Até o final da semana, serão embarcadas cinco lanchas rápidas (vedetas) alemãs num navio especial, que também participará da operação "Liberdade Duradoura".

Links externos

  • Data 30.12.2001
  • Autoria (rw)
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/1ZIX
  • Data 30.12.2001
  • Autoria (rw)
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/1ZIX