″Trilha das Notas″ celebrará Leipzig como metrópole musical | Conheça os destinos turísticos mais famosos da Alemanha | DW | 20.03.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Turismo

"Trilha das Notas" celebrará Leipzig como metrópole musical

O afluxo dos maiores compositores europeus à cidade do Leste Alemão não deixou apenas partituras inesquecíveis e locais marcantes. Leipzig tem alta concentração de editoras de música, como lembra a Feira do Livro 2010.

default

Facsímile de manuscrito de Grieg: biblioteca musical da editora Peters reúne 24 mil peças

Gustav Mahler

Gustav Mahler (1860-1911) foi trabalhar em Leipzig aos 26 anos

É longa a lista dos compositores europeus que viveram e atuaram em Leipzig: os alemães Georg Philipp Telemann, Johann Sebastian Bach, Felix Mendelssohn Bartholdy, Robert Schumann, Max Reger; o austríaco Gustav Mahler, o norueguês Edvard Grieg, o tcheco Leos Janáček. Entre outras coisas, a presença de editoras especializadas foi um dos fatores que aumentaram a atração que essa verdadeira metrópole musical do Leste Alemão exercia sobre os maiores músicos europeus.

Os gigantes e os novatos

"Só quem muda se mantém fiel a si mesmo", cantou o compositor e letrista político Wolf Biermann num lendário show em Leipzig há mais de 20 anos. Seguindo esse lema e confirmando a tradição da cidade como centro musical, pela primeira vez em 2010 as editoras de música ocupam uma área exclusiva na Feira do Livro de Leipzig.

Ausschnitt aus einer Ligeti- Partitur

Schott publica obras de György Ligeti, entre muitos outros contemporâneos

A Breitkopf & Härtel, a mais antiga editora do ramo do mundo, continua ativa no local em que foi fundada, ao lado de outras empresas veneráveis, como a C.F. Peters e a Friedrich Hofmeister. Também a Deutsche Verlag für Musik (Editora Alemã de Música) tem aqui sua sede. Além disso, em anos recentes, fundaram-se novas editoras com programas seletos, e que já se estabeleceram no mercado nacional e internacional.

Além de divulgar seus lançamentos em partituras, literatura musical e CDs, um interesse das novas empresas é demonstrar ao público as possibilidades da educação musical precoce. Elas expõem na nova seção da Feira do Livro de Leipzig lado a lado com gigantes como a Schott Music. Sediada em Mainz, a maior editora do segmento musical celebra 240 anos de existência em 2010.

Na trilha dos compositores

Johann Sebastian Bach Bach-Archiv Leipzig

Lançamento das obras completas de J.S. Bach em Leipzig foi marco histórico

Para quem precisa de uma pausa do burburinho da feira, mas quer permanecer no mundo da música, Leipzig oferece inúmeras possibilidades. O Arquivo Bach, a Igreja de São Tomás, as casas de Schumann e Grieg, o Museu de Instrumentos Musicais da universidade e a sala de concertos Gewandhaus são algumas das instituições que incorporam a longa tradição da cidade.

Uma história que, sem dúvida, alcançou um ápice quando o incomparável Bach assumiu, em 1723, a direção musical da Igreja de São Tomás, lá passando seus últimos – e muito criativos – anos. Mas essa história começara já muito antes. "O Coro de São Tomás completa 800 anos de existência em 2012", exemplifica Jürgen Ernst, diretor da Casa Mendelssohn, para quem esse capítulo da história de Leipzig deveria se tornar muito mais conhecido.

A Feira do Livro deste ano ajuda a cumprir essa função. E abre o caminho para a "Notenspur" (Trilha das Notas), um sistema de orientação urbana que, a partir de 2011, guiará turistas de uma estação da história da música europeia a outra: de Bach a Mahler, e muito além.

Leipzig Stadt der Literatur und Musik Flash-Galerie

Gewandhaus: nova face de uma instituição musical secular

Autor: Silke Bartlick / Augusto Valente
Revisão: Rodrigo Rimon

Leia mais